Publicidade

cotidiano

Nevoeiro cancela 25 voos no Aeroporto de Viracopos

Situação aconteceu pela manhã no terminal de Campinas; condições agora são normais

| ACidadeON Campinas -

Aeroporto de Campinas (Foto: Ricardo Lima/Divulgação/Viracopos)
 

A concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional Viracopos, em Campinas, confirmou que 25 voos foram cancelados durante a manhã deste sábado (21) por conta de um nevoeiro.

Segundo a Aeroportos Brasil, entre 7h e 8h30, 13 aterrissagens e 12 decolagens foram afetadas por conta da baixa visibilidade para os procedimentos de aproximação e partidas.

"Neste período, o aeroporto não foi fechado, mas operou pousos e decolagens por instrumentos", diz a nota sobre o ocorrido. Ou seja, os voos ocorreram sem a visualização da pista do terminal.

As origens e os destinos dos voos cancelados não foram informados e a situação no aeroporto foi normalizada ainda durante a manhã. No início da tarde, todas as atividades aconteciam normalmente.

PROBLEMA EM RADAR

Esta é a segunda vez que o terminal registra imprevistos. Na última quinta (19), Viracopos teve ao menos 20 voos atrasados e 20 voos cancelados após um problema no radar que controla o espaço aéreo no estado de São Paulo.

Segundo a concessionária responsável pela administração do terminal de Campinas, o problema afetou a operação de decolagens e pousos.

"Por volta das 8h45, a Torre de Controle informou que as decolagens e pousos no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas estavam suspensas por conta de um problema no radar que fica em Congonhas, na capital", disse.

O problema, que afetou os aeroportos de Congonhas e Guarulhos, aconteceu no radar em da Aeronáutica, que teria sofrido uma "intermitência" durante a manhã daquele dia.

A Aeronáutica respondeu em nota que foi verificada "uma instabilidade nos sistemas de controle de tráfego aéreo do CRCEA-SE (Centro Regional de Controle do Espaço Aéreo Sudeste), afetando as aeronaves decolando e com destino aos aeroportos de São Paulo".

O texto disse também que "de imediato, foi aplicado o plano de contingência, conforme previsto no programa de treinamento dos controladores de tráfego aéreo, a fim de manter a continuidade das operações".

Por fim, alega que a "equipe técnica restabeleceu o sistema às 08h42 e os consoles de visualização radar voltaram a operar normalmente".

Publicidade