Publicidade

cotidiano

Fiéis montam tapetes de Corpus Christi em igrejas de Campinas; veja fotos

Os tapetes de serragem e sal coloridos foram montados pela primeira vez na Basílica de Nossa Senhora do Carmo

| ACidadeON Campinas -

Tapete de Corpus Christi foi montado na Basílica de Nossa Senhora do Carmo, no Centro (Foto: Denny Cesare/ Código19)

Após dois anos com celebrações restritas por causa da pandemia de covid-19, as comemorações do Corpus Christi, incluindo a tradicional montagem de tapetes de serragem voltaram a ser feitas neste feriado (16). 

Os tapetes de serragem e sal coloridos foram montados pela primeira vez na Basílica de Nossa Senhora do Carmo, localizada na Rua Barão de Jaguara, no Centro da cidade, com cenas bíblicas e objetos de devoção. 

Também houve montagem de tapetes na Catedral Metropolitana e em igrejas de bairros (veja abaixo).  

LEIA TAMBÉM 
Campinas terá missa e procissão para celebrar o Corpus Christi
 
Veja as festas juninas dessa semana que tem feriado prolongado

Para a Igreja Católica, a prática remete à acolhida de Jesus em Jerusalém, quando as pessoas cobriram as ruas de ramos e mantos para a passagem do Messias. 

NA BASÍLICA 

A confecção começou já na madrugada, por volta de 4h, e foi feita da escadaria da Basílica até o final da praça. 

Uma das organizadoras da montagem, Vanete Vilela, contou sobre a montagem e os materiais usados. 

"Fizemos um trabalho sobre um TNT (tecido não tecido), riscamos todos os desenhos para facilitar, chegar e colocar sobre a lona. Usamos cerca de 500 kg de serragem, 450 kg de areias coloridas, tingidas, 80 kg de pó de café e uns 20 kg de casca de ovo", disse, explicando o ritual de confecção na data. 

"Hoje nós comemoramos a passagem do corpo de Cristo, temos um rito de passar sobre um tapete com símbolos católicos e fazemos exatamente assim", explicou ela sobre o ato. 

A cuidadora Renata Adamo diz que a montagem na Basílica foi especial e comemora poder passar a data na igreja após a pandemia. 

"É muito importante porque o tapete na Basílica é a primeira vez, foi um desafio, todo mundo ficou muito ansioso e o resultado ficou muito lindo. É muito bom passar esse dia na igreja depois dos últimos anos sem estar, por causa da pandemia", disse. 

MAIS TAPETES 

Na Catedral Metropolitana de Campinas, também houve montagem do tapete, das escadarias pela Praça José Bonifácio.  

Já na Paróquia São Marcos, foi montado um tapete de alimentos que vão ser doados posteriormente. 

VEJA FOTOS:  



CORPUS CHRISTI 

A comemoração acontece exatamente 60 dias após a Páscoa. Corpus Christi é uma comemoração que faz parte do calendário da Igreja Católica, e sua criação remonta ao século XIII. Aqui no Brasil a data é celebrada com um feriado, sempre em uma quinta-feira. No dia de Corpus Christi, celebra-se um dos princípios mais importantes do catolicismo: o sacramento da eucaristia. 

Corpus Christi é uma expressão originária do latim e, em tradução para o português, significa "corpo de Cristo". 

Desse modo, o nome escolhido para essa comemoração já sugere o seu significado: uma homenagem à eucaristia. Esse sacramento do catolicismo é realizado como uma forma de relembrar a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Nesse sacramento, o pão que é consumido representa o corpo de Cristo, e o vinho ingerido simboliza o sangue de Cristo. 

A realização da eucaristia é uma referência à Última Ceia, realizada por Cristo com seus discípulos durante a Semana Santa, e à ordem de Cristo (conforme a simbologia citada) de consumir o pão e o vinho em sua memória. Ainda dentro da teologia católica, acredita-se que na eucaristia ocorre algo conhecido como transubstanciação, no qual os elementos (hóstia e vinho), após serem consagrados, transformam-se, em essência, na carne e no sangue de Cristo. 

LEIA TAMBÉM 
Não viajou? confira o que abre e fecha em Campinas no feriado

Publicidade