Publicidade

cotidiano

Vice-diretor é afastado após criança com autismo sofrer castigo em escola de Jaguariúna

Mãe de criança de 11 anos encontrou menino isolado em corredor fazendo prova; justificativa era que menino não se comportou

| ACidadeON Campinas -

Menino foi flagrado isolado em corredor (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

O vice-diretor de uma escola de Jaguariúna foi afastado após uma criança com autismo sofrer um castigo na unidade.
O caso ocorreu no dia 10 de junho, mas ganhou repercussão nas redes sociais na sexta-feira (24).

O menino, de 11 anos, foi encontrado pela mãe, a assistente financeira Michele Bibiano, fazendo uma prova isolado em um corredor da Escola Municipal Francisco Xavier Santiago.

A mãe conta que recebeu uma denúncia de que o filho estaria sendo destratado na escola e, por isso, foi até o local, encontrando-o sozinho no corredor. 

LEIA TAMBÉM 
Campinas tem 419,8 mil CPFs com dívidas; veja valor médio
 
Motorista atropela duas pessoas em frente ao Centro Médico de Campinas
Vídeo mostra advogado agredindo mulher por quase 2 minutos no Cambuí, em Campinas

A justificativa do castigo seria o mau comportamento da criança. Ao ver a cena, a mãe fica alterada e chega a gravar um vídeo mostrando a situação. Nas imagens, o vice-diretor admite que foi ele quem colocou o menino isolado no corredor enquanto resolvia outros problemas (veja abaixo).

"Eu estou com quatro problemas para resolver hoje e esse não era o mais urgente. Estou resolvendo os problemas para depois falar com ele. Ele estava atrapalhando na sala, foi isso que eu sabia até o momento", disse o profissional da educação. Após o caso, a mãe ainda registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil. 


RELATO DA MÃE

De acordo com a assistente financeira, o caso aconteceu porque o filho teria cantado parabéns com outros colegas para um dos alunos na sala de aula.

"Tudo isso porque ele havia cantado parabéns para um colega. No relato, ele fala que ele cantou parabéns, mas depois ele fala, agora com mais calma, que a sala inteira cantou parabéns, mas somente ele foi colocado para fora, de castigo. Estava fazendo prova, por volta de 7h30, frio, fora de sala de aula, sem supervisão alguma, em um local afastado", disse a mãe.  

Ela conta ainda que esta não foi a primeira vez que filho foi punido por causa do comportamento. 

"Eu quero defender meu filho e exigo que ele seja respeitado. Se ele está acima do peso, se tem comportamento diferente. Eu exigo e faço de tudo para que meu filho seja respeitado. É só isso que eu quero".

"Já é a terceira ou quarta vez que ele estava ali de castigo. O meu filho se trata desde o primeiro ano de escola. Ela toma medicação. E independente de qualquer situação, nenhuma criança, tomando remédio ou não, merece passar por situações como esta", disse. Após o caso, o menino mudou de escola. 

Escola onde menino foi colocado em corredor sozinho para fazer prova (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
AFASTAMENTO

Após o caso, a secretaria de Educação de Jaguariúna disse que abriu sindicância interna para apurar o caso e já determinou o afastamento temporário do vice-diretor da presente unidade educacional enquanto durar o processo de investigação do fato ocorrido.
 
LEIA MAIS 
Viracopos, em Campinas, terá voo direto para Fernando de Noronha; confira


Publicidade