Publicidade

cotidiano

Operação prende três e apreende 6kg de drogas em Amparo

Adolescente também foi apreendido por suspeita de tráfico de drogas e associação criminosa

| ACidadeON Campinas -

Operação em Amparo prende três e apreende adolescente (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Uma operação realizada na tarde desta sexta-feira (29) prendeu três pessoas e apreendeu um adolescente por suspeita de tráfico de drogas e associação criminosa, em Amparo.

A ação contou com a participação de 35 agentes, entre eles, policiais civis de Amparo, Águas de Lindoia e Bragança Paulista, policiais militares de Serra Negra e guardas municipais de Amparo e Serra Negra. 
 
LEIA MAIS 
 
GM de folga é atingido por disparo após reagir a assalto em Campinas 

Vacinação de profissionais da saúde contra a meningite C começa na segunda, em Campinas 


Campinas terá novas linhas de ônibus nas regiões de Viracopos e Vida Nova

De acordo com a prefeitura, foram encontrados 6 kg de cocaína, crack e maconha com os suspeitos e não há informação de feridos.

MANDADOS

Ao todo, foram cumpridos cinco mandados de prisões temporárias e três de busca e apreensão expedidos pela Justiça de Amparo. Além das drogas, foram apreendidas balanças de precisão, embalagens para as drogas e aparelhos celulares.

As pessoas detidas foram encaminhadas para a cadeia de Piracaia e ficaram à disposição da Justiça para audiência de custódia. Já o adolescente foi levado para uma unidade da Fundação Casa de Campinas.

Segundo a Administração municipal, quatro suspeitos ainda são procurados.

OPERAÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

Em Campinas, a PF (Polícia Federal) cumpriu um mandado de busca e apreensão contra crimes financeiros na última quinta-feira (28). A ação faz parte da operação Dollaro Bucato II, que apura a movimentação irregular de R$ 230 milhões.

Além de Campinas, outros 11 mandados expedidos pela 9ª Vara Federal de Campinas são cumpridos em quatro cidades: São Paulo, Santo André e Itapira, e também Goiânia, em Goiás. Os alvos são oito pessoas físicas e quatro jurídicas.

A PF de Campinas não informou detalhes sobre os locais ou os investigados, mas informou que relaciona os crimes de operação de câmbio ilegal e evasão de divisas. Somadas, as penas previstas podem chegar a 10 anos de prisão.

Em Itapira, o alvo foi o escritório de uma indústria química e farmacêutica, que não teve as atividades afetadas. Imagens divulgadas pela mostram um dos agentes verificando documentos. Não há informações sobre todo o material apreendido.

A apuração começou em 2019 após cumprimento de mandados judiciais e a primeira etapa da operação aconteceu em setembro de 2021, quando cinco mandados foram cumpridos em Campinas, Indaiatuba e na capital paulista. 
 
LEIA TAMBÉM 
 
Golpes na internet atingem programas de milhas e fidelidade

Publicidade