Aguarde...

Colunistas

Isolamento: todas as cidades da RMC seguem abaixo de 50%

Nas dez cidades da RMC monitoradas pelo Simi-SP, Indaiatuba e Vinhedo têm as taxas mais altas, com 48%

| ACidadeON Campinas

Isolamento segue baixo em Campinas e região (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Todas as cidades monitoradas da RMC (Região Metropolitana de Campinas) ficaram, novamente, abaixo de 50% na na taxa de isolamento social - uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus, na terça-feira (19).

As informações foram obtidas pelo Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo), que analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

Segundo o levantamento feito pelo ACidade ON Campinas, nas dez cidades da RMC monitoradas pelo Simi-SP, Indaiatuba e Vinhedo têm as taxas mais altas, com 48%. As piores são Itatiba e Santa Bárbara d'Oeste com 43%.

- Americana: 44%
- Campinas: 47%
- Hortolândia: 45%
- Indaiatuba: 48%
- Itatiba: 43%
- Paulínia: 44%
- Santa Bárbara d'Oeste: 43%
- Sumaré: 44%
- Valinhos: 47%
- Vinhedo: 48%

O governador João Doria (PSDB) já afirmou que as cidades onde não houver taxa de isolamento social acima de 50% estarão automaticamente excluídas do futuro relaxamento de quarentena.

Mais do ACidade ON