Aguarde...

Colunistas

Batalha das picapes: GM contra-ataca com a nova S10

Antônio Fraga traz as novidades da semana no universo automotivo

| Especial para ACidade ON

A nova S10 (Foto: Divulgação)
Lançada em 1995 e sucesso desde então, a Chevrolet S10 ganha mais um facelift (Foto: Divulgação)

Ficou legal
Nada como a concorrência. Depois dos últimos lançamentos da Ford Ranger, a Chevrolet S10 foi perdendo muito mercado para a rival. E diga-se de passagem, o aumento de vendas faz jus à qualidade da Ranger e os números mais interessantes. Mas a General Motors lançou esta semana a "nova" geração da S10. Lançada no mercado brasileiro em 1995, a S10 logo virou uma febre e durante muitos anos foi líder de mercado. O destaque da "nova" S10 é o modelo top de gama High Country, que quer enfrentar diretamente a Ranger Limited. Ficou muito legal. Os demais modelos ficaram também bonitos, mas não têm o mesmo destaque e imitaram a grade da concorrente. A missão vai ser dura.

Por exemplo, a S10 agora conta com seis airbags, que a Ranger já tinha; sistema de multimídia MyLink com internet mais veloz e o da Ranger não é muito inferior; a garantia da Ranger é de cinco anos e da S10 de três anos, e por fim, a picape média da Ford é mais barata. A Chevrolet S10 High Country custa R$ 213.290 e a Ranger Limited sai por R$ 212.590.

A "nova" S10 tem motor turbodiesel de 2,8 litros e potência divulgada de 200 cavalos. O torque é de 51 kgfm a duas mil rotações por minuto.  

Segundo a fabricante, a picape média da GM ganhou uma nova turbina que a deixou mais esperta e com acelerações mais progressivas. A Chevrolet S10 faz de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e tem a velocidade máxima limitada em 180 quilômetros por hora.

Dois detalhes importantes numa picape são a capacidade de carga e a altura para superar terrenos com lama ou água. No caso da S10, a capacidade de carga na caçamba é de 1.061 litros e tem possibilidade de atravessar áreas inundadas de até 750 mm.

A "nova" picape está disponível em três opções de carroceria (cabine dupla, cabine simples e chassis cab), cinco níveis de acabamento (LS, Advantage, LT, LTZ e High Country), duas opções de motorização (2.5 Flex e 2.8 Turbo Diesel), assim como duas opções de transmissão (MT6 e AT6) e tração (4x2 e 4x4).

A linha 2021 dos Jeep Campasse e Renegade tem poucas tem poucas novidades (Foto: Divulgação)

Time que está...
Os modelos nacionais da Jeep Compass e Renegade ganham novidades na linha 2021. A versão Limited 1.8 passa a contar com teto solar panorâmico Command View de série. Na versão Sport houve redução de preços nos equipamentos. Em todas as versões, o modelo ganhou novas cores.

Mas o destaque é a nova série especial, a Moab. Moab é um deserto em Utah, nos EUA, onde acontece anualmente na época da Páscoa um evento criado por entusiastas de veículos off-road e que se tornou para a Jeep um autêntico laboratório ao ar livre para o desempenho fora de estrada.  

Com motor dois litros, turbo diesel de 170 cavalos e 35,7 kgfm de torque, o Moab tem câmbio automático de 9 marchas, tração 4x4, seletor de terrenos com 4 modos e HDC (Hill Descent Control - controle de descida). Oferece ainda central multimídia Uconnect 7", ar-condicionado dual zone, sensor de estacionamento traseiro e faróis de neblina. Além disso, traz pneus de uso misto, ganchos em preto na dianteira e traseira (semelhantes aos da versão Trailhawk) e visual escurecido nas rodas de liga leve de 17" e na grade frontal. A versão Moab estará disponível em cinco cores.

Já o Compass 2021 na versão Longitude passa a contar agora com rodas novas com 18 polegadas e na versão Limited ganha uma nova cor e a opção do acabamento interno do carro na configuração marrom Arizona. Já na versão Série S do Compass, o banco do passageiro agora pode ser elétrico.  

Sempre uma referência em termos de segurança e tecnologia, o novo Classe S promete surpreender (Foto: Divulgação) 

Muita tecnologia
É grande a expectativa para a chegada da sétima geração do Mercedes-Benz Classe S. A marca está mostrando o modelo top de linha aos poucos. E a lista de novidades é grande.  

Mas um item será uma novidade mundial que vai mexer com a segurança. O novo Classe S será o primeiro automóvel no mundo com air bag frontal para os passageiros do banco traseiro. E faz sentido, já que a grande maioria dos proprietários desse modelo vai acomodada, e muito bem, diga-se de passagem, atrás.  

O sistema faz parte do Pre-Safe Impulse Side. O dispositivo "movimenta" vários sensores e sistemas que, em caso de acidente, ativam os air bags, ajustam o cinto de segurança e até elevam a carroceria dos veículos para garantir que a batida pegue em pontos mais rijos e evitar chegar aos passageiros.  

O novo Classe S promete revolucionar também em termos de tecnologia embarcada e o seu interior. É esperar para ver. Feliz de quem pode desfrutar de um carro desses.  

O Lamborghini Essenza SCV12 tem um motor V12 com nada menos que 830 cavalos (Foto: Divulgação)

Nasce vitorioso
A divisão esportiva da Lamborghini, a Squadra Corse, lançou o Essenza (essência) SCV12. O modelo com motor V12 é o mais potente já produzido pela marca de superesportivos e conta com toda a experiência adquirida na categoria GT. O modelo é somente para competições. O motor de 6,5 litros produz 830 cavalos e a transmissão é sequencial de seis velocidades. O modelo é o carro de corrida mais sofisticado e tecnológico produzido pela marca italiana.

O Mazda MX-5 sempre foi o queridinho entre os roadsters pela ótima dirigibilidade (Foto: Divulgação)

Muito prazer
Um dos modelos mais queridinhos do mercado mundial, o Mazda MX-5, o antigo Miata, está de volta. Em sua quarta geração, mantém os atributos que o fizeram famoso: um roadster de tração traseira muito agradável de ser dirigido e com um preço compatível. Lançado inicialmente há 31 anos, agora conta com a tecnologia do Mazda Connect, que pode conectar o Apple Car Play e Android Auto. O modelo conta com duas opções de motores.

O modelo Série 3 da BMW chegou com a pressão de tirar a marca alemã do fundo do poço (Foto: Divulgação)

Salvador da pátria
Quase na falência nos anos 70, a BMW deu uma cartada de mestre e conseguiu sair do "buraco": o competente motor quatro cilindros ( por isso a sede da BMW em Munique tem quatro torres) e o modelo Série 3. Na sua sétima geração o modelo está comemorando 45 anos de existência e de sucesso. O primeiro modelo foi desenhado por Paul Bracq, que foi chefe de design da BMW entre 1970 e 1974. Ele também criou outros carros, como o protótipo BMW Turbo que resultou no lendário BMW M1.

Inspirado no modelo maior, o Série 5, o Série 3 em 1977 ganhou o motor seis cilindros em linha e no ano seguinte, mais opções de motorizações.

O Toyota Corolla Gazoo Racing tem grande apelo esportivo e é bem equipado (Foto: Divulgação)

Mais esportividade
Assim como já foi a vez de o Yaris ganhar a esportividade da Gazoo Racing, agora é a vez do novo Corolla. O modelo com o toque esportivo da GR Racing ganha uma grade escura, saias e difusor traseiro, novas rodas de 18 polegadas, e duas cores por fora. Por dentro, o modelo passa a ter mais esportividade.

A Renault está investindo pesado para recuperar os prejuízos da pandemia (Foto: Divulgação)

Vai surpreender
A Renault está passado por um processo de renovação mundial de seus executivos. Da espanhola Seat (do Grupo VW), tirou o CEO Luca de Meo. Agora é a vez dos projetistas Gilles Vidal (ex-PSA) e Alejandro Mesonero-Romanos, que também pertencia à Seat e que já trabalhou na Renault entre 2001 e 2009. Mesonero-Romanos foi responsável pelo design do Laguna Coupé. A missão é interessante e promete.

Vamos ver pra crer
E por falar em dança das cadeiras, Thierry Bolloré foi escolhido para suceder Ralf Speth na liderança da Jaguar Land Rover. A principal função é modernizar as duas empresas pertencentes ao grupo indiano Tata Motors, a Jaguar e a Land Rover.

No Shopping Eldorado, em São Paulo, a Ford está presenteando os seus clientes (Foto: Divulgação)

Boa ação
Com a reabertura dos shoppings em São Paulo, a Ford retomou as atividades do Smart Lab, novo formato de varejo inaugurado este ano no Shopping Eldorado, com uma promoção especial: os donos de carros da marca que visitarem o local podem receber gratuitamente um serviço de desinfecção nos pontos de maior contato do veículo.

O serviço, chamado Ford Clean, é feito com o produto "Peróxido Pronto Uso", da 3M, de ação comprovada contra bactérias, fungos e vírus. A aplicação completa, feita nas concessionárias da Ford, abrange aproximadamente 50 pontos de maior contato do veículo, incluindo filtro e difusores do ar-condicionado, com preço sugerido de R$129. Na promoção, a aplicação é feita com o mesmo produto, nos pontos principais da cabine.

O Ford Smart Lab instalado em São Paulo é o primeiro do gênero na América do Sul. Ele faz parte de uma nova estratégia de varejo, com a exposição de veículos em locais abertos de grande circulação, onde o público pode interagir com os produtos sem nenhum tipo de pressão. Nessa reabertura, o espaço segue os mesmos protocolos rígidos de higiene e atendimento adotados nas concessionárias da Rede Ford para a prevenção de doenças transmissíveis.

Os cuidados incluem o uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento social, monitoramento da saúde dos funcionários e um rotina frequente de limpeza dos veículos e instalações.

Para agitar o mercado
E por falar em Ford, a filial brasileira prepara para esta semana um lançamento que vai mexer com o mercado nacional de SUV. Vai surpreender muito.

Ford dos EUA recria dois cachorros robôs para ajudar na produção da fábrica (Foto: Divulgação)

Amigo do homem
Como os cães, eles têm quatro patas, cerca de 30 kg e podem se sentar, dar a pata e rolar. Também podem subir rampas, degraus e digitalizar o ambiente com câmeras de 360 graus. Fluffy e Spot são os dois simpáticos robôs que a Ford está usando em um programa piloto de manufatura nos Estados Unidos para economizar tempo, dinheiro e aumentar a eficiência na preparação de suas fábricas para a introdução de novos produtos.

Alugados da Boston Dynamics conhecida por criar robôs móveis sofisticados os autômatos estão sendo usados na fábrica de transmissões Van Dyke, em Michigan. Eles são equipados com cinco câmeras e podem andar a até 5 km/h com uma bateria com cerca de duas horas de duração, escaneando o chão de fábrica para auxiliar os engenheiros a atualizar a planta.

Com a ajuda de Fluffy, fazer a atualização fica muito mais interessante.  

A maneira antiga também era cara quase US$ 300.000 para digitalizar uma instalação. Se esse piloto funcionar, a equipe de manufatura da Ford poderá escanear todas as fábricas por uma fração desse custo. Além de economizar dinheiro, as novas tecnologias ajudam a reorganizar as instalações mais rápido, acelerando a chegada de novos veículos ao mercado.

Com o tempo, diz Goderis, a intenção é operar os robôs remotamente, programando-os para missões na fábrica e recebendo relatórios imediatamente de qualquer lugar. Por enquanto, os robôs são programados para seguir um caminho específico e operados a até 50 metros de distância.

Para Paula Wiebelhaus, operadora dos robôs, a chave do sucesso de Fluffy e Spot é a agilidade. Eles são comandados por um controle semelhante aos de videogame, com visão remota da câmera. Se ocorrer algum problema, uma função de parada segura impede que eles colidam com qualquer coisa.

Os robôs têm três tipos de marcha caminhada sobre terreno estável, lenta para terrenos irregulares e velocidade especial para escadas. Eles podem se agachar e alongar para entrar em áreas de difícil acesso e caminhar em terrenos difíceis. Se caírem, também podem se levantar e mantêm uma distância definida e segura dos objetos para evitar colisões.

Às vezes, Fluffy senta seus quadris robóticos na traseira de um pequeno robô móvel redondo, conhecido como Scouter. O Scouter desliza suavemente para cima e para baixo nos corredores da fábrica, permitindo que o Fluffy economize energia da bateria até a hora de começar a trabalhar. O Scouter pode navegar autonomamente pelas instalações enquanto digitaliza e captura nuvens de pontos 3D para gerar um CAD da instalação. Se uma área é muito estreita para Scouter, Fluffy entra em ação.

Fluffy também é perfeitamente capaz de rolar e fazer outros movimentos graciosos, mas Wiebelhaus não pensa em levá-lo para exposições de cães.
Serviço

Água explosiva
Pouquíssimas pessoas já pensaram nisso: quanto pode ser perigosa uma simples garrafa com água dentro do carro ao sol. Muito se tem falado dos frascos de álcool que podem explodir. E a garrafa de água? Também e é um perigo.

Com temperaturas altas, a garrafa de água deixada dentro do carro para refrescar os passageiros pode virar uma bomba.

O alerta foi dado pelos bombeiros dos EUA, mas há casos confirmados em todo o mundo. Uma garrafa com água no interior do veículo exposta ao sol faz o "efeito lupa", podendo provocar um incêndio no tecido do banco, por exemplo. Um escoteiro sabe bem, por exemplo, como acender uma fogueira, mesmo não tendo fósforos. Ele pega um mato seco, uma lupa virada para o sol e os raios solares logo aquecem o mato, acendendo o mato seco. Além disso, a água na garrafa pode chegar a até 400 graus, podendo fazer a garrafa explodir e fazendo que "voe" atingindo o motorista. E por último, a água pode até estragar com essa temperatura por um longo período.

Medidas oportunas
A Webmotors, plataforma de negócios e soluções para o setor automotivo, reviu todas as ferramentas que já existiam na jornada de compra e traz ao mercado um conjunto de soluções inovadoras para apoiar clientes e dar ritmo aos negócios no cenário atual. Com isso, a Webmotors recriou a função para a Videochamada, opção que permite aos lojistas oferecer aos seus clientes conhecer seus produtos virtualmente; e o Troca+Troco, que auxilia o pagamento, em que o comprador pode oferecer um veículo de maior valor na troca por um com preço mais baixo e ficar com a diferença. Com o CarDelivery, os serviços compõem uma gama de opções voltadas a auxiliar as pessoas com uma oferta de compra e venda 100% online, com apoio do Santander, que oferece o refinanciamento de veículos com melhores condições para que os clientes organizem suas vidas financeiras.

Mais do ACidade ON