Aguarde...

Colunistas

Procura por cirurgias plásticas aumenta; implante de mama lidera

Aumento, algo em torno de 30%, reflete demanda reprimida na pandemia de covid-19 e, ao mesmo tempo, planejamento dos pacientes

| Especial para ACidade ON

O cirurgião plástico Juliano Pereira (Foto: Divulgação)

O mês de agosto registrou uma alta significativa na procura por cirurgias plásticas. O aumento, algo em torno de 30%, se comparado com o mesmo período do ano passado, reflete uma demanda reprimida na pandemia de Covid-19 e, ao mesmo tempo, demonstra planejamento e preparação dos pacientes para intervenções mais invasivas. A colocação de implante mamário de silicone é o procedimento mais procurado atualmente. Mas, ao invés de seios avantajados, padrão estético que vigorava no ano 2000, há uma busca por próteses menores, que harmonizem corpos mais magros.

No consultório, avaliamos como positivos o planejamento e a preparação dos pacientes para procedimentos mais invasivos. Durante a pandemia, muita gente teve um tempo para cuidar melhor da saúde, o que é uma condição favorável à cirurgia.

Desde o mês passado, o que se observa é uma alta na busca por cirurgias plásticas. Houve um aumento de 30% no consultório, se compararmos com o mesmo período de 2019. Os procedimentos que mais têm levado pacientes às consultas são implante mamário de silicone e lipoaspiração, com as variações LAD (lipoaspiração de alta definição) e LipoHD (high definiton).

Sobre os implantes mamários, observamos uma mudança no padrão das próteses procuradas pelas pacientes. Esse padrão acompanha tendências preconizadas pela moda e pelas mídias, de maneira geral. No ano 2000, por exemplo, o tamanho das próteses era muito maior. Atualmente, na era do crossfit, o que se busca são próteses menores e mais harmônicas com os corpos mais secos.

Embora menores, os implantes mamários de silicone marcam os seios para evidenciar a prótese colocada. Temos a modelo Gisele Bündchen e a atriz Grazi Massafera, dois exemplos que mostram este padrão. Ambas têm corpos magros e próteses colocadas para valorizá-los.

A cirurgia para implante mamário de silicone totaliza 275.283 intervenções no Brasil, segundo o levantamento mais recente da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica. Como aqui, é o mais realizado em todo o mundo, com 1.862.506 procedimentos.

Juliano Pereira (CRM 141574) é cirurgião plástico, membro especialista e titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Coordenador do Departamento de Cirurgia Plástica da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (2018-2020). Preceptor da Residência Médica (MEC) em Cirurgia Plástica do Serviço Professor Ricardo Baroudi (Hospital Irmãos Penteado). www.julianopereira.com.br

Mais do ACidade ON