Aguarde...

Colunistas

Câncer de mama na população idosa pede cuidado especial

Veja as principais dúvidas e questões sobre como prevenir o câncer de mama em idosas

| Especial para ACidade ON

A oncologista Mariane Carbonaro (Foto: Divulgação)

Conscientizar e alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama é o grande objetivo do Outubro Rosa. Segundo dados da Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc), o câncer de mama é um dos três tipos de maior incidência no mundo.  

De encontro com esse propósito de levar cada vez mais informação, a Terça da Serra, maior rede de residências sênior do Brasil, se preocupa em promover o cuidado humanizado e específico para os idosos e, com isso, disseminar o conhecimento dentro do quadro dessa parcela da população. Para isso, respondi as principais dúvidas e questões sobre como prevenir o câncer de mama em idosas e também de que forma familiares, cuidadores e pessoas próximas podem auxiliar na conscientização e no tratamento.

A mudança do diagnóstico com a idade
"A possibilidade de uma mulher ser diagnosticada com câncer de mama aumenta com a idade. O número de casos novos ao ano sobe progressivamente até os 60 anos. Depois, o aumento é gradual. Da mesma forma, a mortalidade por câncer de mama é maior em idades mais avançadas, sendo mais expressiva em mulheres de 80 anos ou mais", alerta a médica.

Rotina de exames
"A recomendação é a mesma para pacientes de 40 a 74 anos. Nesta faixa etária, a mamografia deve ser realizada anualmente. Após 75 anos, cada caso será individualizado, o médico irá avaliar a indicação, pesando riscos e benefícios de acordo com a expectativa de vida e condição de saúde da paciente, o ideal é que o rastreio continue enquanto for benéfico", esclarece a especialista.

O que muda no tratamento
"O tratamento está condicionado à condição clínica da paciente. É importante que essas pacientes passem por avaliação geriátrica abrangente, a fim de evitar subtratamentos, pois sempre que possível, elas serão tratadas da mesma forma que pacientes mais jovens, considerando a paciente de forma global e não apenas sob o olhar da idade cronológica. Se a paciente não tem déficit cognitivo, não tem limitação importante e se a expectativa de vida for superior a 5 anos, ela é candidata a receber o tratamento. Se não for possível, o caso será individualizado e outras opções serão discutidas com o médico assistente", ressalta Mariana.

Cuidados e rotinas básicas
"Manter uma rotina saudável é de extrema importância para todas as idades na prevenção do câncer de mama, além do autocuidado e da rotina de exames de rastreamento. Manter peso adequado, praticar atividade física e evitar a ingestão de álcool são medidas que podem evitar até 28% dos casos. O câncer de mama apresenta sinais e sintomas em fase inicial, quando a mulher conhece bem o seu corpo, ela pode perceber mudanças e ficar alerta para alterações suspeitas, como nódulos na mama ou na axila, espessamento ou vermelhidão da pele e alterações do mamilo ou saída de secreções. Em caso de suspeita, a mulher deve procurar o serviço de saúde para que para que realize os exames indicados. Além de ficar atenta ao próprio corpo, é recomendado que as mulheres façam exame de rotina, chamado exame de rastreamento ou mamografia. A mamografia é uma radiografia das mamas, capaz de visualizar alterações suspeitas", complementa a médica.

Suporte a paciente
"O suporte psicossocial é essencial para o bem-estar das pacientes, aliviando o sofrimento individual. Elas apreciam apoio emocional de familiares e pessoas próximas, para que possam conversar abertamente sobre seus tratamentos, ansiedades e expectativas de obter ajuda no processo de tomada de decisões. São mulheres que precisam lidar com mudanças na aparência após cirurgias, com toxicidades da quimioterapia ou com outras adversidades decorrentes do tratamento. Uma palavra amiga, disponibilidade e interesse genuíno podem fazer uma grande diferença no cuidado", finaliza a oncologista.  

Mariane Carbonaro é oncologista e franqueada da Terça da Serra

Mais do ACidade ON