Aguarde...

Colunistas

Como proteger você e seu carro das tempestades de Verão

Os meses da estação mais quente do ano também são, tradicionalmente, de chuvas intensas e tempestades

| Especial para ACidade ON

Walmando Fernandes. (Foto: Divulgação)

Os meses da estação mais quente do ano também são, tradicionalmente, de chuvas intensas e tempestades. Parece até que o horário está marcado. Por volta das 17h o tempo começa a fechar e, justamente no horário de pico, surge uma tempestade que, muitas vezes, causa pontos de alagamentos nas cidades. 

Dados registrados nos últimos 30 anos na Estação Meteorológica do CEPAGRI/Unicamp mostram que a média mensal de precipitação acumulada em Campinas em dezembro é de 203,9 milímetros; em janeiro, 273 milímetros; fevereiro, 190,5 e março, 162. São os quatro meses com maior volume de chuvas em relação às outras estações do ano. 

O ideal é evitar sair em momentos de chuvas muito fortes. Como nem sempre isso é possível prever, muito veículos acabam sendo afetados por enchentes e alagamentos, o que reforça a importância de contar com um seguro que possa auxiliar nesse tipo de situação. Caso o motorista já esteja na rua, é fundamental que seja cuidadoso e tenha o máximo de atenção a algumas situações. A primeira delas é em relação às enchentes. Evitar chegar a áreas de alagamentos ou possíveis alagamentos. Caso o motorista seja pego de surpresa e, no trânsito, a rua comece a encher, é recomendado sair imediatamente do veículo e procurar um local seguro para se abrigar. 

Em situações de enchente é importante que o motorista, primeiro, garanta sua integridade física e, em seguida, acione ajuda, entrando em contato com a sua seguradora. No entanto, é importante ressaltar que não há cobertura quando o motorista expõe o carro a risco deliberadamente. Por isso, a recomendação é não atravessar regiões alagadas. 

Para auxiliar nesse momento, listamos algumas dicas importantes.   

Confira:  

Durante a chuva, acenda o farol baixo. Além de melhorar a visão, os veículos ao redor também podem se beneficiar das luzes do seu carro.  

Fique atento aos limpadores de para-brisas. Eles devem estar em perfeito estado. Riscos de borracha no vidro e o som emitido pela peça são indícios de que está na hora de troca.  

Para desembaçar os vidros e melhorar a visibilidade, ligue o ventilador interno, o desembaçador ou o ar-condicionado.  

A manutenção dos freios deve estar em dia. Isso inclui discos, cilindros etc. em boas condições. Por isso, se atente a ruídos ou demora ao frear, pois são indícios da necessidade de manutenção.  

Nunca ligue o pisca-alerta quando estiver em movimento. Essa atitude pode passar a impressão de que o seu veículo está parado, causando confusão no trânsito e até possíveis colisões.  

Em casos de enchentes, reduza a velocidade e mantenha uma rotação constante do motor para melhorar a dirigibilidade do veículo e evitar que a água atinja o motor. O ideal é ter uma velocidade contínua de, aproximadamente, 15 km/h.  

Procure estacionar em ruas que não sejam aclives (subidas) ou declives (descidas), nem tampouco em ruas que ficam em regiões baixas, perto de declives;  

Se o motor morrer, jamais dê a partida. Mantenha-o desligado e acione um profissional qualificado que possa analisar as condições do veículo a fim de ligá-lo sem danos.  

Evite entrar com o veículo em um ponto de alagamento. Caso não seja possível driblar a situação, o ideal é que o volume de água no local não passe da metade da altura da roda do carro.  

Se a enchente atingir toda a roda do automóvel, abandone-o imediatamente e tente andar pelos cantos das ruas para evitar a correnteza. Lembre-se: em situações extremas, garantir a sua integridade física é mais importante do que poupar um bem material.  

Após o enfretamento de uma enchente, procure fazer um check-up do seu veículo o mais rápido possível. Além corrigir possíveis danos no carro, a medida ajuda a certificar a segurança do condutor.

Nascido em São José dos Campos, Walmando Fernandes formou-se pela Universidade do Vale do Paraíba e tem MBA em Gestão Empresarial pela FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado). Está no mercado de seguros há 21 anos. Hoje ele é gerente da Sucursal da Porto Seguro em Campinas.





Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON