Aguarde...

cotidiano

Por medo, funcionários fazem protesto no Poupatempo

Hoje cedo os funcionários cruzaram os braços e reduziram os atendimentos agendados

| ACidadeON Campinas

Protesto aconteceu na manhã desta sexta-feira. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

Funcionários da agência do Poupatempo da Avenida Francisco Glicério, no Centro de Campinas, fizeram um protesto na manhã de hoje (20). Eles reclamam da falta de medidas de prevenção ao coronavírus na unidade. Desde a semana passada em Campinas foram suspensas as atividades com aglomeração de pessoas. A cidade já tem quatro casos confirmados da doença e investiga 192 casos suspeitos.

Hoje cedo os funcionários cruzaram os braços e reduziram os atendimentos agendados. A ação acabou formando uma fila de pessoas na porta da unidade. Uma funcionária chegou a falar na calçada que os agendamentos do dia não seriam feitos por conta do risco de exposição à doença na unidade.

Dentro da unidade, em protesto, os funcionários usavam máscaras de proteção e seguraram placas com os dizeres: "Nossas vidas são mais importantes do que um documento".  


 
LEIA TAMBÉM 
Jonas diz que pode fechar comércios, mas hesita em conceder benefícios
No Centro, trabalhadores redobram cuidados para evitar coronavírus
Prefeitura fecha Bosque, Lagoa e demais parques públicos
Confira aqui a cobertura completa sobre o coronavírus em Campinas
 

Por volta das 8h15 os atendentes voltaram a atender parcialmente o público. Por meio de assessoria de imprensa, o Poupatempo informou que na manhã de hoje (20) uma paralisação de funcionários na unidade da Avenida Francisco Glicério, no Centro de Campinas. A ação durou cerca de 15 minutos.  

Depois de uma conversa entre os próprios funcionários, eles resolveram voltar a atender apenas os casos agendados como já era o recomendado desde o início do enfrentamento ao coronavírus. O Poupatempo ressalta que todas as orientações e medidas de higienização no local foram feitas e inclusive disponibilizou de álcool em gel.  

De acordo com a recomendação dos órgãos de saúde o uso de máscara não é recomendado para quem não tem sintomas. Novas medidas para o Poupatempo deverão ser anunciadas ainda hoje.  



Mais do ACidade ON