Aguarde...

cotidiano

Unicamp terá núcleo de voluntariado para enfrentar coronavírus

A ação está ligada a formação de uma corrente de ajuda entre as pessoas.

| ACidadeON Campinas

Tendas de atendimento instaladas na Unicamp. (Foto: Denny Cesare/Código 19)
A Unicamp está montando um núcleo de voluntários para ajudar em várias frentes no combate aos reflexos da pandemia do novo coronavírus. A ação está ligada à formação de uma corrente de ajuda entre as pessoas.  

Quem quiser poderá colaborar com ações que vão desde o atendimento telefônico para pessoas que estão isoladas e precisam compartilhar ideias e necessidades, até se unir a forças tarefas que busquem doações financeiras, de bens ou produtos para auxiliar a área de saúde da instituição que atua em várias frentes com hospitais e centros de saúde.

CONTRIBUIÇÕES
Entre as formas de ajudar, o núcleo pede a doação de equipamentos a alunos da graduação e pós-graduação da universidade, que necessitam de infraestrutura de apoio para continuar frequentando remotamente as aulas. Para eles, o grupo pede a doação de equipamentos, como smartphones, tabletes e computadores (clique aqui).  
 
LEIA TAMBÉM 
Confira aqui as últimas notícias sobre o coronavírus em Campinas e na região
Moradores de rua na pandemia: "A gente faz como pra comer?"
Quarentena: usuários relatam ônibus lotados em Campinas
1º dia de quarentena tem ruas vazias e alguns "desobedientes"
 
Também foi criada a ação "Chamada Solidária", onde voluntários poderão disponibilizar seus telefones e tempo para conversar com pessoas nesse momento de distanciamento social obrigatório. Veja como se inscrever aqui.    

Também foram criadas contas bancárias para a contribuição de recursos financeiros para compra de insumos e equipamentos para a área da saúde e implantação de infraestrutura destinada à aplicação de testes diagnósticos, que estão sendo desenvolvidos por um grupo de pesquisadores da Unicamp (confira lista com números de contas abaixo).
 
A universidade afirmou que sua área de saúde está envolvida intensamente no atendimento da pandemia do coronavírus, porém os recursos financeiros e insumos são a grande preocupação. A instituição alega que a Diretoria Administrativa está com dificuldade de compra de vários insumos para área de saúde em decorrência do fechamento do comércio.  
 
ENTENDA   

A área de Saúde da Unicamp é formada por um complexo hospitalar envolvendo o Hospital de Clínicas (HC), o Hospital Estadual Sumaré (HES), o Hospital da Mulher - Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) e por setores de apoio como o Hemocentro, o Centro de Diagnóstico de Doenças do Aparelho Digestivo (Gastrocentro) e o Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação "Prof. Dr. Gabriel O.S. Porto" (Cepre). Essas atividades abrangem uma população em torno de 6,5 milhões de habitantes de toda a região.  

Ontem, começou o pré-atendimento de pessoas com sintomas de gripe em tendas montadas pelo Exército do lado de fora do Hospital de Clínicas. A ideia é fazer essa pré-seleção em ambiente aberto para não correr o risco de aumentar o contágio do novo coronavírus nos demais pacientes do hospital.(leia mais aqui).   

CONTAS
 
Foram criadas contas bancárias específicas para contribuição e depósito de recursos financeiros para a compra de equipamentos destinados ao ensino não presencial, insumos e equipamentos para a área da saúde, bem como apoio financeiro para implantar, na Unicamp, infraestrutura destinada a aplicação de testes diagnósticos, que estão sendo desenvolvidos por um grupo de pesquisadores da universidade. O crédito pode ser feito pela conta abaixo.  

Para a aquisição de equipamentos necessários às atividades remotas e outras ações de auxílio a estudantes carentes:
1.Banco do Brasil, 001, Agência 4203-X, Conta Corrente 44.427-8, CNPJ 46.068.425/0001-33
2.Santander, 033, Agência 0207, conta corrente 13085613-0, CNPJ 49.607.336/0001-06 ou
3.Santander, 033, Agência 0207, Conta Corrente 13025879-0, CNPJ 17.893.567/0001-37
A prestação de contas das doações será pública e transparente

Mais do ACidade ON