Aguarde...

cotidiano

Prefeitura e Unicamp divergem sobre início de testes

Prefeitura disse que Unicamp começa a fazer testes na quarta; instituição por sua vez afirmou que não há previsão

| ACidadeON Campinas

Unicamp irá começar a fazer testes; data segue indefinida (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Atualização às 17h45: A Unicamp informou, no final da tarde, que recebeu solicitação de documentos pela Prefeitura Municipal de Campinas para que seja formalizado o termo de acordo entre a universidade e o Município.   

A Prefeitura de Campinas afirmou que a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) deverá começar a fazer testes para o covid-19 a partir de quarta-feira (15). A instituição nega e diz que não tem como fazer uma previsão, ainda, para os exames.

O secretário de Saúde de Campinas, Carmino Antonio de Souza, disse, durante a live no Facebook do prefeito Jonas Donizette (PSB), que seriam feitos, inicialmente, até 10 mil testes.

"Tive uma conversa esta semana com a Unicamp, que deve começar na quarta-feira. São cerca de 600 testes por dia e preliminarmente são 10 mil testes", disse.

Já a Unicamp informou que não foram finalizadas as tratativas com a Prefeitura de Campinas para ressarcimento dos custos dos exames.

"Neste momento, a Unicamp tem insumos apenas para testar os pacientes de sua área de saúde e de seus funcionários", informou parte da nota oficial.

A Unicamp afirma também que não há previsão na entrega dos insumos necessários para a testagem que atenda a área de saúde e as demandas externas.

"Há grande possibilidade que os insumos necessários sejam obtidos até a próxima semana. Porém, persistem as prioridades acima citadas", disse. 

OS TESTES

A Unicamp, em Campinas, planeja produzir até 180 mil testes de diagnóstico para o novo coronavírus e está negociando com o Estado de São Paulo o financiamento dessa testagem em massa.

No total, a universidade precisa de R$ 12 milhões de financiamento para produzir os testes. A ideia é realizar cerca de 5 mil por dia.

No último dia 4, apesar de anunciado pelo secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, os testes locais para detecção da covid-19 que seriam feitos em conjunto com a Unicamp também não começaram.

A universidade informou, oficialmente, que pode disponibilizar os exames, mas ainda não está fixada qualquer data para isso.

Mais do ACidade ON