Aguarde...

cotidiano

AME de Campinas vira "Hospital Coronavírus" e já tem pacientes

Governo do Estado iniciou nesta semana operação de unidade construída no Parque itália, em Campinas

| ACidadeON Campinas

O AME de Campinas, no Parque Itália (Foto: Luiz Granzotto/PMC) 

O AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Campinas começou a funcionar nesta semana na cidade e virou o "Hospital Coronavírus", para receber pacientes com a covid-19 na cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ao menos dois pacientes já foram encaminhados para a AME nesta quinta-feira (16).

A informação foi confirmada durante live do prefeito Jonas Donizette (PSB) na tarde de hoje. Segundo o secretário de Saúde, Carmino de Souza, a regulação dos leitos é do Cross (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde) de São Paulo.   

LEIA TAMBÉM
Campinas confirma mais duas mortes por coronavírus
Usuários do Mário Gatti descartam máscaras na rua
Hortolândia confirma 1º óbito por covid-19
Veja a situação do coronavírus nas cidades da RMC


O AME tem 15 leitos clínicos e dez de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) adulto, mas está por enquanto com cinco leitos ativos. "Depois de vencida a pandemia, o serviço voltará ao perfil original, que é o AME cirúrgico. Ele foi construído ao lado do Hospital Mário Gatti, justamente para desafogar o Gatti", explicou o prefeito Jonas Donizette (PSB).

Em nota oficial, o governo estadual disse que a unidade é a primeira de São Paulo a ter seu perfil reprogramado para focar no atendimento com caráter hospitalar.

O funcionamento estava previsto para o final de abril, mas foi antecipado para esta segunda (13). Ainda nesta semana, o governo disse que entrarão em funcionamento outros 10 clínicos e mais 10 de UTI adulto.

Mais do ACidade ON