cotidiano

Especial coronavirus

Motoristas fazem carreata contra quarentena em Campinas

Manifestantes se concentraram em frente à Praça Arautos da Paz e fizeram buzinaços pedindo reabertura do comércio

| ACidadeON Campinas -

Manifestantes se reuniram em frente a Arautos da Paz (Foto: Rutínea Cruz)

Uma carreata reuniu carros e motos na manhã deste domingo (19), em Campinas. Com buzinaços, moradores e comerciantes protestaram contra as medidas de isolamento social impostas pelo Estado e pelo município para o combate do novo coronavírus, pedindo a reabertura do comércio e o término na quarentena.  

Os manifestantes se concentraram em frente à Praça Arautos da Paz, no Taquaral. Em seguida, por volta de 11h, saíram por avenidas e ruas da cidade. Os participantes estavam adornados com bandeiras e camisetas do Brasil e camisas de movimentos políticos, ligados ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Nos carros havia dizeres contrários ao governador João Doria (PSDB) e ao prefeito de Campinas. Alguns dos veículos tinham equipamento de som, que tocavam o hino do Brasil. Com megafone, manifestantes também chamaram a população para aderirem ao ato. 


A Guarda Municipal disse que acompanhou e monitorou a manifestação. Segundo a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento e Campinas), foram registrados cerca de 40 carros até o início da manhã. 

Na última quinta-feira (16) o prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB), afirmou que agentes de mobilidade urbana da Emdec iriam multar carros que participarem de carreatas em protestos contra o isolamento imposto no combate à pandemia da covid-19.  

"Se fizer carreata, vou multar por desobediência civil. Em oito anos de governo, foram inúmeros protestos e em nenhum deles me posicionei contra. Mas agora é outra situação. Se fizer agora, pode esperar a multinha no fim do mês. Não é ameaça, é constatação", afirmou o prefeito.   

Segundo a Emdec, os motoristas serão multados por desobediência civil e perturbação do sossego (por conta do buzinaço). Vale lembrar que a recomendação de isolamento social é preconizada pelo Ministério da Saúde e também pela OMS (Organização Mundial de Saúde). 

Publicidade