cotidiano

Especial coronavirus

Sem Metropolitano, Campinas contrata mais 107 leitos em hospitais

Leitos estão em ao menos quatro hospitais da cidade e 37 são de UTI para pacientes em estado grave com o novo coronavírus

| ACidadeON Campinas -

Leitos da Santa Casa de Campinas estão entre os novos contratados para o SUS (Foto: Fernanda Sunega/PMC) 

*A reportagem foi atualizada às 18h37 para correção do número de leitos. O número anterior havia sido informado de forma equivocada pela Secretaria de Saúde.

Após as tratativas de alugar o Hospital Metropolitano não terem ainda se concretizado, a Prefeitura de Campinas decidiu contratar mais 107 leitos, sendo 37 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), para pacientes da cidade com o novo coronavírus.

A contratação foi confirmada pelo secretário de Saúde de Campinas, Carmino de Souza, em transmissão ao vivo nas redes sociais nesta quarta-feira (22). Segundo ele, os leitos são independentes da contratação do Metropolitano, que sofreu intervenção judicial e teve equipamentos retirados da unidade enquanto o aluguel para a Administração era negociado.

Na ocasião, a Prefeitura descartou o aluguel do prédio com equipamentos e equipe por R$ 500 mil por mês. Depois do caso, que ocorreu no dia 13 de abril, a unidade de saúde voltou aos proprietários. Segundo a Administração, ainda há negociação sendo feita, mas os donos indicam que não alugariam mais o hospital completo para o SUS.

Sobre os novos leitos, Carmino disse que dos 37 de UTI, 12 ficam no Hospital da PUC-Campinas, dez na Santa Casa, oito na Casa de Saúde e sete no Samaritano. O restante são leitos de retaguarda, para pacientes de complexidade intermediária- sendo eles: 12 no Hospital da PUC, 13 na Santa Casa, 18 na Casa de Saúde e 27 na Beneficência Portuguesa.

A Prefeitura não informou, no entanto, o valor pago pelos leitos a mais. Hoje, Campinas tem 679 leitos de UTI (adultos, pediátricos e neonatais), distribuídos nas redes pública e privada do município. Deste total, 372 estão ocupados (54,78% de ocupação) até esta quarta-feira (22).

O Hospital Metropolitano foi procurado para comentar o caso, mas não atendeu as ligações da reportagem.  

LEIA TAMBÉM 
Jaguariúna libera hotéis, motéis e bancas de jornal
Pedreira publica decreto que autoriza reabertura do comércio
Reabertura considerará setor mais vulnerável e riscos à saúde
Câmara: novo encontro remoto tem maioria de sessões canceladas


MAIS CASOS E MORTES

Ainda nesta quarta, a Prefeitura de Campinas atualizou os dados de infecção e morte do novo coronavírus. Foram registradas mais duas mortes - um homem de 84 anos e uma mulher de 74 - além de 199 pessoas confirmadas com a doença.

Mais notícias


Publicidade