Aguarde...

cotidiano

Covid-19: Campinas confirma 1ª morte de servidor da saúde

Ana Lúcia era auxiliar de consultório dentário no CS do DIC 1; ela ficou doente durante a viagem de férias

| ACidadeON Campinas

Ana Lúcia era servidora no Centro de Saúde do DIC 1 

A Prefeitura de Campinas confirmou a primeira morte de um trabalhador da saúde por coronavírus. A vítima se chama Ana Lúcia Ferreira, de 58 anos, e atuava como auxiliar de consultório dentário no CS (Centro de Saúde) do DIC 1, na região do distrito do Ouro Verde.

Ana Lúcia entrou de férias um dia antes da mudança do fluxo de trabalho na rede pública. Ela viajou e quando voltou começou a apresentar sintomas.

A servidora chegou a ser internada, teve uma melhora no quadro, mas depois não resistiu e morreu na manhã de terça-feira (28).

"O histórico epidemiológico sugere que não foi contaminada na atividade ocupacional. Tinha doenças preexistentes e estava em hospital particular", informou a nota da prefeitura.

Até agora, em Campinas, foram confirmadas 17 mortes pela doença. Além disso, são 366 casos confirmados e 25 óbitos em investigação.

Mais do ACidade ON