Aguarde...

cotidiano

Covid-19: Americana confirma 3ª morte de moradora de asilo

A casa de longa permanência de idosos já registrou duas mortes por covid-19 no dia 23 de maio

| ACidadeON Campinas

Foto: PublicDomainPictures / Pixabay 

Americana registrou, na noite desta terça-feira (2), mais uma morte por coronavírus. Trata-se de uma idosa de 83 anos, que era moradora do lar Flor de Liz Residence, casa de longa permanência de idosos, que já registrou duas mortes por covid-19 no dia 23 de maio.

A morte ocorreu ontem, em um hospital particular de Campinas. Ela era residente há cinco anos na casa de longa permanência para idosos

A paciente estava internada desde o dia 24 de maio, quando realizou exame PCR para coronavírus, e tinha asma, diabetes, hipertensão, cardiopatia, pneumopatia, sequelas de AVC e a doença de Parkinson.

O quadro geral da covid-19 em Americana é o seguinte: 125 casos positivos, sendo oito óbitos, três internados, 20 em isolamento domiciliar e 94 curados; 35 casos suspeitos aguardam resultados de exames, sendo 13 internados em hospitais e 22 em isolamento domiciliar.

Mais do ACidade ON