cotidiano

Especial coronavirus

Morador em estado grave com covid-19 aguarda vaga em UTI

Aparecido Vieira, de 57 anos, está internado desde o dia 12 e até o momento não conseguiu a transferência

| ACidadeON Campinas -

Quadro do morador é considerado grave (Foto: Reprodução/EPTV)
Há cinco dias o pedreiro Aparecido Vieira, de 57 anos, está internado no pronto-socorro Edson Mano, em Santa Bárbara d'Oeste, à espera de um leito de UTI (Unidade Intensiva de Tratamento). Ele foi internado assim que diagnosticado com coronavírus na última sexta-feira (12). 

O paciente está em um leito com respirador. No entanto, como o estado de saúde dele é considerado grave, ele precisa de um leito com maior estrutura. A médica que atende Aparecido chegou a escrever uma carta, falando da gravidade da situação. 

"O paciente Aparecido está internado desde o dia 12/6 após quadro de insuficiência respiratória grave, consequente da covid-19. Se encontra em quadro grave, apresentando insuficiência renal e necessitando de internação de UTI", dizia a carta. 

A filha de Aparecido, Andreza Vieira, conta que o pai quase foi transferido para a UTI, mas de última hora houve uma mudança nos planos. "A gente está lutando por essa vaga de UTI. Recebemos uma informação hoje, 1h30 da manhã, que a vaga iria sair, mas quando foi hoje 3h da manhã o médico retornou avisando que ele não conseguiu, que meu pai zerou a pressão e eles tiveram que reanimar ele. Meu pai está esperando essa vaga desde sexta-feira", comenta.  

A família disse que procurará a Justiça caso a vaga não saia a partir de hoje. Procurada pela equipe da EPTV, a Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste respondeu que tentou fazer a transferência do paciente ontem no fim da tarde para o hospital de Sumaré. 

Ainda segundo a Prefeitura, a transferência não foi possível devido ao quadro clínico de Aparecido, que não permite que a locomoção aconteça.

Mais notícias


Publicidade