Aguarde...

cotidiano

Prefeitura publica decreto que dá férias compulsórias a grupo de risco

O secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, explicou que as medidas são importantes aos profissionais de saúde.

| ACidadeON Campinas

Anúncio foi feita na tarde desta terça-feira. (Foto: Divulgação/Prefeitura)

A Prefeitura de Campinas publicou no Diário Oficial de hoje (24) o decreto que resguarda os profissionais da saúde, que trabalham em contato direto com pacientes covid e que sejam do grupo de risco, para que sejam designados para funções administrativas, teletrabalho, férias compulsórias ou dispensados.

O anúncio da medida foi feito ontem pelo prefeito Jonas Donizette (PSB) durante transmissão ao vivo pelas redes sociais.  

"O que estamos fazendo é dar proteção, estabilidade institucional, para que os servidores da saúde, que são do grupo de risco e trabalham diretamente na linha de frente, sejam remanejados para outras funções ou dispensados", disse o prefeito.  

Conforme o decreto, os profissionais de grupo de risco que devem ser remanejados ou dispensados são pessoas com 60 anos ou mais; cardiopatas, graves ou descompensados; pneumopatas, graves ou descompensados; imunodeprimidos; doentes renais; diabéticos, conforme avaliação clínica; gestantes ou lactantes; e pessoas com doenças cromossômicas em estado de fragilidade imunológica.  

O secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, explicou que as medidas são importantes aos profissionais de saúde. "Fazemos todos os esforços para proteger nossos trabalhadores, afastando da linha de frente no combate à Covid e remanejando a funções administrativas; fornecendo EPI (equipamentos de proteção individual) e mantendo em isolamento, se necessário", completa o secretário de Saúde.

Mais do ACidade ON