Aguarde...

cotidiano

Jonas será monitorado após caso de covid-19 no 1º escalão

Luiz Augusto Baggio, que testou positivo para o coronavírus, participou de live com o prefeito e outros secretários no último dia 15

| ACidadeON Campinas

Baggio (2º da esq. para a dir.) durante live no último dia 15 (Foto: Divulgação)

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), secretários municipais e outras pessoas que tiveram contato com o secretário Municipal de Cooperação nos Assuntos de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, serão monitorados por 14 dias pela Vigilância Epidemiológica da cidade.

Baggio foi diagnosticado com covid-19 e é o primeiro membro do primeiro escalão do governo municipal a testar positivo para a doença, causada pelo novo coronavírus.

A prefeitura informou nesta quarta-feira (24) que os contactantes de Baggio não ficarão isolados, mas serão monitorados para possível surgimento de sintomas.

"O protocolo é observar se o prefeito Jonas Donizette, os secretários e as demais pessoas que tiveram contato com o secretário Luiz Augusto Baggio vão manifestar sintomas nos próximos dias".

"De acordo com o protocolo, o exame de PCR não é coletado em pessoas assintomáticas. Também não é indicado afastamento do trabalho", completou a prefeitura.

Baggio participou de diversas transmissões ao vivo junto com Jonas e outros secretários recentemente no Palácio dos Jequitibás. A última delas foi no dia 15, quando ele apresentou números de uma operação da Guarda Municipal contra os chamados "pancadões".

Naquele dia, Baggio já poderia estar contaminado, já que a covid-19 demora de 10 a 15 dias para manifestação dos sintomas.

Sobre a participação dele nas transmissões, a Prefeitura afirmou que são tomados os cuidados estabelecidos pela Vigilância em Saúde, "como distanciamento social, uso de álcool líquido para limpeza de superfícies e objetos e uso de álcool gel para higienização das mãos".

Além disso, o prefeito e os secretários usam máscara quando estão a menos de dois metros de distância uns dos outros, reduzindo o risco de transmissão, segundo o governo.

SINTOMAS

Em vídeo, Baggio relatou que os primeiros sintomas são parecidos aos de uma gripe muito forte. Em seguida, aparecem uma dor de cabeça aguda e tosse seca.

"O mal-estar continua, é muito grande o mal-estar, realmente. É um porre sem ter tomado nada. É horrível. Você tem dor no corpo inteiro, o pulmão um pouco mais pesado, mas o agravamento do pulmão que é a grande questão. Isso não tem ocorrido".  

VEJA O VÍDEO: 


Mais do ACidade ON