Aguarde...

cotidiano

Covid-19: SUS estadual chega a 95%; municipal segue lotado

Capacidade dos leitos de UTI do SUS estadual para tratamento de covid-19 se aproxima do limite; rede municipal não tem leitos há 12 dias

| ACidadeON Campinas

SUS estadual se aproxima do limite da capacidade (Foto: Prefeitura de Campinas)

A capacidade dos leitos de UTI (Unidades de Terapia Intensiva) estadual para tratamento de novo coronavírus (covid-19) em Campinas se aproxima do limite: o sistema atingiu 95% de ocupação nesta quarta-feira (24).  

LEIA TAMBÉM 
Campinas tem mais 17 mortes; total chega a 253


Os leitos de UTI municipal para tratamento da infecção chegam hoje ao 12º dia consecutivo de ocupação total.

Campinas tem nesta quarta 356 leitos distribuídos entre as redes pública e particular. São seis a mais que ontem (23), mas a capacidade segue perto do limite. 

Deste total, 321 estão ocupados, o que corresponde a 90,16% da capacidade. A cidade tem apenas 35 leitos disponíveis nesta quarta.  

LEITOS

O SUS estadual, que engloba leitos no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e no HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), atingiu 95% da capacidade nesta quarta. Dos 76 leitos disponíveis, 72 estão ocupados.  

A rede particular chegou a 80% da capacidade hoje, 1% a menos que ontem (23). Dos 157 leitos disponíveis neste sistema, 126 estão ocupados.  

Na rede municipal, são 122 leitos de UTI exclusivos para o tratamento da doença que estão ocupados há 12 dias. O sistema atingiu o limite da capacidade antes da metade deste mês, em 13 de junho, e a situação não muda desde então. 

CASOS 

Campinas registrou mais 17 óbitos causados por covid-19 nesta quarta-feira, totalizando 253 vítimas fatais desde o início da pandemia.  

A cidade também registrou 406 novos casos confirmados da doença hoje. O maior número de infectados de um dia para o outro até então.

Mais do ACidade ON