Aguarde...

cotidiano

Isolamento: antes da reabertura, Campinas tem pior semana

Na segunda (27), a cidade entra na fase laranja, que permite a flexibilização da quarentena para comércio e shoppings

| ACidadeON Campinas

Campinas registrou os piores índices de isolamento social nesta semana (Foto: Luciano Claudino/Código19) 

Campinas registrou, nesta última semana, os piores índices da taxa de isolamento social desde o início da quarentena, no dia 23 de março. A prática é uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus.

A cidade recomeça, na próxima segunda-feira (27), a fase laranja do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena. Esta fase permite a reabertura do comércio não essencial, que em Campinas está fechado há pouco mais de um mês.

As informações foram obtidas pelo Simi-SP (Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo), que analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

Segundo o órgão, de segunda (20) até quinta-feira (23), a taxa se manteve sempre em 41%. Até então a cidade nunca tinha ficado abaixo de 44%. O índice considerado ideal pelas autoridades de saúde é acima dos 55%.

CASOS

Campinas tem, segundo o último boletim epidemiológico, 618 mortes registradas e um total de 15.629 casos confirmados da covid-19. Desses, 13.585 já estão curados.

Ainda segundo o novo boletim, a cidade tem 27 mortes suspeitas da doença e contabiliza 707 casos em investigação. Entre o número de casos confirmados, 469 pessoas estão internadas nos hospitais da cidade e outras 957 permanecem em isolamento domiciliar.

Mais do ACidade ON