Aguarde...

cotidiano

Contra festas, Jonas pedirá reforço à PM e Emdec para multas

Prefeito disse que aglomerações e "pancadões" continuam a acontecer na cidade; Campinas chegou a 641 mortes pelo novo coronavírus

| ACidadeON Campinas

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) (Foto: Carlos Bassan/PMC) 

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), afirmou nesta segunda-feira (27) que pedirá reforço à PM (Polícia Militar) para coibir festas com "Pancadão" na cidade, além de solicitar aos agentes da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) que multem os veículos que estejam envolvidos nas aglomerações.

Segundo ele, essas festas continuam a acontecer no município, mesmo com o pedido da Administração para que isso acabe por enquanto. Ainda nesta segunda, primeiro dia da cidade na volta à fase laranja do Plano São Paulo com aglomeração no Centro, o município chegou a 641 mortes pelo novo coronavírus, além de 16,2 mil casos confirmados.

"Ainda está sendo um grande desafio a questão das festas. Tivemos ação fortes na Vila Padre Anchieta para debelar aglomerações", disse. Ele afirmou que além das festas em espaços públicos, algumas têm ocorrido em residências e chácaras.

"Vou pedir o auxílio da PM nessa questão. Inclusive já comuniquei o governo do Estado. Para que a PM entre de uma forma mais vigorosa", disse ele.

Ele voltou, inclusive, a citar o caso do desembargador Eduardo Siqueira, que destratou uma equipe da Guarda Municipal de Santos ao se recusar a máscara de proteção contra a covid-19 (leia mais aqui). "Eu sei que não é fácil, todo mundo se lembra deste caso porque foi filmado. Mas, é mais recorrente do que vocês pensam esse tipo de reação com os agentes de segurança", disse.

Mais do ACidade ON