Aguarde...

cotidiano

Shoppings de Campinas reabrem com filas mas sem aglomeração

Diferente da cena vista no Centro da cidade, clientes respeitaram medidas sanitárias da covid-19 nos centros comerciais

| ACidadeON Campinas

Fila de clientes no Shopping Iguatemi nesta segunda-feira (27) (Foto: Reprodução/EPTV Campinas) 

Os shoppings centers de Campinas também reabriram as portas nesta segunda-feira (27), no primeiro dia da fase laranja do Plano São Paulo, mas com movimentação mais tranquila do que a vista no Centro da cidade mais cedo. Também com horário reduzido, das 16h as 20h, os centros de compras registraram filas dos clientes, mas sem aglomeração.

A cena foi diferente da vista na Rua 13 de Maio, de movimento intenso. As imagens de hoje lembraram o cenário visto na primeira vez que a cidade flexibilizou e reabriu o comércio, no dia 8 de junho. Além do grande número de pessoas circulando pela região central, até mesmo horas antes da abertura das lojas ao meio-dia, havia muita gente em filas nas portas dos estabelecimentos.

Nos shoppings, no entanto, os clientes respeitaram as marcações de distanciamento social de 1,5 metro e não podiam entrar sem máscaras de proteção. A temperatura também era aferida e, caso fosse maior que 37,5°C, a entrada ficava proibida.  

LEIA TAMBÉM 
Contra festas, Jonas pedirá reforço à PM e Emdec para multas 
Covid-19: Campinas vai testar 20 mil profissionais de saúde 
Em reabertura, fiscalização autua 12 comércios no Centro de Campinas
 



Além disso, estão proibidas a realização de atividades e eventos culturais, como os cinemas, e o funcionamento de praça de alimentação e serviços de vallet. Há ainda controle de número de pessoas - os centros de compras só podem receber até 20% de sua capacidade.

No Shopping Dom Pedro, por exemplo, o maior da cidade, um funcionário fazia a contagem de clientes para evitar a lotação do espaço.

Ainda nesta segunda, Campinas registrou mais duas mortes por coronavírus, chegando a 641 óbitos, e passou de 16,2 mil casos confirmados. Em relação à taxa de leitos de UTI exclusivos para covid-19, nas redes públicos e privadas, houve estabilização no índice em 86%.

(Com informações da EPTV Campinas)

Mais do ACidade ON