Aguarde...

cotidiano

Campinas inicia testagem de covid-19 em profissionais da Educação

A testagem está acontecendo no laboratório municipal, que fica no Hospital Ouro Verde, e na Policlínica 3, localizada ao lado do Hospital Mário Gatti, no Parque Itália

| ACidadeON Campinas

Profissionais começaram a ser testados hoje em Campinas. (Foto: Denny Cesare/Código 19)

A Prefeitura de Campinas começou hoje (21) os testes em massa contra a covid-19 nos profissionais da Educação. Ao todo, passarão pelo procedimento 8 mil profissionais da rede municipal. Por dia, estão sendo feitos cerca de 150 testes.

A testagem está acontecendo no laboratório municipal, que fica no Hospital Ouro Verde, e na Policlínica 3, localizada ao lado do Hospital Mário Gatti, no Parque Itália.  

Os exames fazem parte das medidas tomadas para a volta das aulas presenciais, previstas para o dia 7 de outubro. A prioridade é testar profissionais que estão envolvidos na retomada presencial das aulas do 5º e 9º anos. Além destes, os profissionais ligados aos alunos do 4º termo da EJA (Educação de Jovens e Adultos) e também aos estudantes dos últimos anos do ensino técnico do Ceprocamp (Centro de Educação Profissional de Campinas), também estão sendo testados porque também retomam nessa data as aulas presenciais. As demais séries do ensino municipal não irão retornar as aulas presenciais neste ano em Campinas.

Essa primeira etapa segue até o dia 9 de outubro quando a Prefeitura pretende terminar a testagem em todos os profissionais que trabalham no ensino Fundamental.   

Na sequência, acontecerá a testagem dos profissionais ligados ao ensino Infantil e o objetivo é terminar a testagem dos oito mil profissionais até dezembro. Ainda de acordo com a Prefeitura, os testes vão ser concluídos em 60 dias, conforme agendamento dos profissionais.  

Além dos servidores contratados, os funcionários das empresas terceirizadas que prestam serviço nas escolas também estão sendo testados.  



TIPO  

Os testes que estão sendo feitos nesses profissionais será o mesmo aplicado nos profissionais da saúde. Eles são realizados em parceria com o laboratório Hilab. Será um teste rápido para detecção de anticorpos. Uma pequena amostra de sangue é retirada do dedo, pela qual é verificado se a pessoa produziu anticorpos contra o coronavírus recentemente ou há mais tempo.  

O exame é cadastrado em um aplicativo do laboratório Hilab e o resultado é disponibilizado em cerca de 30 minutos, com a emissão do laudo.  

A Prefeitura informou na semana passada que os profissionais com mais de 60 anos ou que estão no grupo de risco não irão retornar.  

Ainda não há uma definição sobre testes aos estudantes, a decisão por uma testagem só vai acontecer mais adiante, segundo a Prefeitura.  




Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON