cotidiano

Especial coronavirus

Covid-19: ocupação em UTIs cresce apesar da abertura de leitos

Ontem, a cidade atingiu o maior número de internados em UTIs nos últimos dois meses

| ACidadeON Campinas -

(Foto: Denny Cesare/Código19) 

Campinas confirmou, nesta quinta-feira (10), que mais dois leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular foram criados. Porém, mesmo assim a taxa de ocupação cresceu e chegou em 83,07%. 
 
LEIA MAIS 
Anvisa autoriza uso emergencial de vacina contra covid-19
 
Butantan inicia hoje produção da vacina Coronavac contra covid 
Hospital PUC encerra fase de voluntários na vacina da Johnson

Ontem, a cidade atingiu o maior número de internados dos últimos dois meses. A ocupação estava em 79,14%. Os novos leitos são da rede privada.

Campinas conta com 189 leitos de UTI exclusivos de covid-19. Deste total, 157 estão ocupados, o que corresponde a 83,07%. Há 32 leitos livres somando as redes pública e particular.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 74 leitos, dos quais 65 estão ocupados, o que equivale a 87,84%. Há 9 leitos livres;

SUS Estadual: 17 leitos, dos quais 13 estão ocupados, o que corresponde a 76,47%. Há 4 leitos vagos;

Particular: 98 leitos, dos quais 79 estão ocupados, o que equivale a 80,61%. Há 19 leitos livres;

Mais notícias


Publicidade