Aguarde...

cotidiano

UTI-Covid está em 85,7% e HC segue com atendimento suspenso

Hospital de Clínicas mantém superlotação pelo segundo dia seguido, com 100% dos leitos de coronavírus ocupados

| ACidadeON Campinas

HC da Unicamp (Foto: Denny Cesare/Código19) 

A taxa geral de ocupação de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para o novo coronavírus em Campinas está em 85,7% nesta terça-feira (12) e o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp mantém, pelo segundo dia, o atendimento no PS (Pronto Socorro) suspenso por conta da superlotação.

Na Unicamp, a taxa de ocupação segue em 100%. Todos os 17 leitos exclusivos para pacientes graves de coronavírus estão ocupados. Além do atendimento estar suspenso, as cirurgias eletivas também foram reagendadas.

De forma geral, Campinas conta com 231 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular, segundo a Prefeitura. Deste total, 198 estão ocupados, o que corresponde a 85,71%. Ontem, esse índice era de 84%.

Há, portanto, 33 leitos livres somando as redes pública e particular. Ainda segundo boletim epidemiológico divulgado hoje, Campinas tem 54.062 casos confirmados e 1.529 moradores vieram a óbito desde março do ano passado - leia mais aqui.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 74 leitos, dos quais 65 estão ocupados, o que equivale a 87,8%. Há 9 leitos disponíveis.

SUS Estadual: 17 leitos, dos quais 17 estão ocupados, o que corresponde a 100%. Não há leitos livres.

Particular: 140 leitos, dos quais 116 estão ocupados, o que equivale a 82,8%. Há 24 leitos disponíveis.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON