Aguarde...

cotidiano

Após aumento de leitos, UTI-Covid cai para 78,2% em Campinas

Prefeitura disponibilizou mais 10 leitos no SUS Municipal; Apesar disso, HC da Unicamp continua com atendimento suspenso

| ACidadeON Campinas

HC da Unicamp: atendimentos ainda suspensos (Foto: Denny Cesare/Código19) 

Após a Prefeitura de Campinas disponibilizar mais 10 leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para pacientes graves de covid-19 na rede municipal, a taxa de ocupação geral caiu de 80,87% para 78,26% nesta quinta-feira (14).

Apesar disso, o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp continua com os atendimentos suspensos, devido a lotação na ala de covid do PS (Pronto Socorro). A suspensão, também das cirurgias eletivas, ocorre desde segunda-feira (11), após a unidade atingir 100% de ocupação - leia mais aqui.

Hoje, a ocupação do HC para covid está em 94,12% e apenas um leito está livre. Já no geral, Campinas conta com 230 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular e há 50 leitos livres somando as redes pública e particular.

Ainda hoje, o município confirmou mais 264 casos e chegou a 54.897. Além disso, foram anunciados ainda mais três óbitos de covid, totalizando 1.539 mortes desde março de 2020 - leia mais aqui.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal: 84 leitos, dos quais 64 estão ocupados, o que equivale a 76,19%. Há 20 leitos livres.
Já foram disponibilizados dez leitos da Irmandade Santa Casa e outros dois leitos do Celso Pierro da PUC Campinas estarão disponíveis a partir de sexta-feira, dia 15.

SUS Estadual: 17 leitos, dos quais 16 estão ocupados, o que corresponde a 94,12%. Há um leito livre.

Particular: 129 leitos, dos quais 100 estão ocupados, o que equivale a 77,54%. Há 29 leitos livres.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON