cotidiano

Especial coronavirus

Após liberação, Campinas vacinará 15 mil profissionais de saúde

Anvisa liberou neste domingo (17) o uso emergencial de vacinas contra a covid-19; lote da Coronavac deve chegar na segunda-feira (18)

| ACidadeON Campinas -

O prefeito Dário Saadi acompanhando a liberação da Anvisa (Foto: Fernanda Sunega/PMC)
Um total de 15 mil profissionais de saúde receberão a primeira dose da Coronavac contra o novo coronavírus em Campinas, anunciou neste domingo (17) a Prefeitura. O anúncio ocorre após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso emergencial da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac - leia mais aqui.

De acordo com a Prefeitura, a vacina deve chegar amanhã no município. O total de vacinados não inclui, no entanto, os servidores da saúde da Unicamp, que receberão as doses diretamente do Governo do Estado, conforme anunciado pelo Palácio dos Bandeirantes.  

Leia também: Covid: Eficácia geral da vacina coronavac é de 50,38%

Uma parte desses profissionais serão vacinados nos hospitais onde trabalham, públicos e privados. Os demais farão agendamento nos centros de vacinação.

Ainda segundo a Prefeitura, tudo depende da quantidade de vacinas que vai chegar do Ministério da Saúde. Chegando mais vacinas, elas serão disponibilizadas aos outros profissionais, aos indígenas e aos quilombolas.

Hoje, o prefeito Dário Saadi (Republicanos) acompanhou a aprovação da vacina pela Anvisa de seu gabinete no Palácio dos Jequitibás, em reunião com o secretário municipal de Saúde, Lair Zambon; do presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni; e da diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben.

Publicidade