Aguarde...

cotidiano

Prefeitura de Campinas fará "força-tarefa" em 1ª noite da fase vermelha

Fase vermelha noturna começa nesta terça-feira (23) das 21h às 5h; somente serviços essenciais poderão funcionar

| ACidadeON Campinas

Ação da Prefeitura no Carnaval: contra aglomerações (Foto: Carlos Bassan/PMC/Arquivo) 

A Prefeitura de Campinas fará uma "força-tarefa" para fiscalizar as regiões da cidade na primeira noite da fase vermelha, que funcionará das 21h às 5h e foi decretada a partir desta terça-feira (23). A medida restritiva foi anunciada ontem pelo prefeito Dário Saadi (Republicanos) após o município atingir ocupação de 100% dos leitos SUS (Sistema Único de Saúde) para covid-19, e também registrar o aumento de casos da doença na última semana.

Segundo a Administração, a GM (Guarda Municipal) vai trabalhar para coibir aglomerações, verificar se bares estão cumprindo o horário de fechamento (às 20h) e dispersar fluxo de pessoas pelos bairros - como, por exemplo, aglomerações em praças e ruas com ocorrências dos chamados "Pancadões". A fase vermelha municipal será válida até o dia 1º de março.

Já no final de semana (de sexta-feira a domingo), haverá uma intensificação ainda maior da fiscalização, segundo a Prefeitura. Nesses dias serão programadas ações de fiscalização da força-tarefa Covid, que, além do reforço do efetivo de guardas municipais nas ruas, haverá uma cooperação com outros órgãos da Prefeitura, como Vigilância Sanitária, Departamento de Urbanismo e Setec (Serviços Técnicos Gerais), entre outros.

As festas clandestinas também estarão no radar da GM, que busca informações de eventos para retirar frequentadores dos locais. No Carnaval, uma festa com 3 mil pessoas foi dispersada pela Guarda (leia mais aqui).

Denúncias de aglomerações, festas clandestinas e pancadões podem ser feitas pelo número 153 da GM ou 156 da Prefeitura. A PM (Polícia Militar), que atuou no Carnaval, foi procurada para comentar se daria apoio à força-tarefa da fase vermelha na cidade, e disse que não recebeu pedido oficial da Administração. 

SHOPPINGS


Apenas os serviços essenciais poderão funcionar após as 21h a partir de hoje em Campinas. Com isso os shoppings da cidade fecharão as portas mais cedo, às 21h. Nos próximos dias o horário segue das 10h às 21h.

Nessa quarta-feira o governador João Doria fará uma nova reclassificação das regiões do Estado em relação ao Plano São Paulo. Devido a alta dos casos ele deve aumentar as restrições nas regiões. O anúncio será as 12h45.

ABRASEL


Representando um dos setores mais afetados com a fase vermelha noturna a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) da RMC (Região Metropolitana de Campinas) disse que "entende o momento delicado da crise de saúde no País, especialmente em Campinas" e, por esta razão, "tem orientado seus associados para que cumpram todas as regras sanitárias e de distanciamento, além das normas previstas nos decretos Municipal e Estadual do Plano São Paulo de horário de atendimento e funcionamento -, para ajudar no controle da pandemia".

Na tarde de hoje, o presidente da Abrasel RMC, Matheus Mason Adorno, informou que esteve com a Secretária de Desenvolvimento Econômico de Campinas a fim de entender o quadro e apresentar novas sugestões para evitar as aglomerações.

Em nota, a Associação disse que "além de orientar os estabelecimentos, também pede a ajuda da população, no sentido que evite aglomerações e mantenha distanciamento seguro, e busque locais que estejam cumprindo todas as normas".

Por fim, a Abrasel disse que "é um momento que exige a colaboração de todos, pois casos de aglomerações - tanto em casas como nas festas clandestinas - acabam prejudicando não somente o setor de bares e restaurantes, mas toda a população, o sistema de saúde e seus profissionais, com o aumento de casos e mortes".


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON