Aguarde...

cotidiano

Escola particular de Campinas confirma morte de professora por covid-19

A escola teve um surto de covid-19 após o retorno das atividades presenciais; professora morreu após 22 dias internadas

| ACidadeON Campinas

Escola Jaime Kratz teve surto de covid-19 após volta às aulas (Foto: Denny Cesare/Código19) 

O Instituto Educacional Jaime Kratz localizado no bairro Taquaral, em Campinas, confirmou, nesta quarta-feira (3), a morte de uma professora de 57 anos vítima de covid-19. A escola suspendeu as atividades presenciais no dia 1º de fevereiro após um surto do novo coronavírus na unidade. 
 
LEIA MAIS 
Sem tempo para se organizarem, escolas abrem nesta quarta em Campinas
 
Doria decreta fase vermelha em todo o Estado a partir de sábado

De acordo com a nota oficial enviada pela escola, a professora testou positivo no dia 5 de fevereiro e foi internada no dia 10. Ela morreu nesta quarta-feira após 22 dias internada.

Em fevereiro, 39 professores e oito alunos foram infectados pelo coronavírus. As aulas presenciais foram na última segunda-feira (1º). A escola irá suspender, por dois dias, as aulas on-line.

Segundo apurou a reportagem do ACidade ON, uma semana antes do retorno presencial, os professores estavam se reunindo para realizar o planejamento. As aulas foram iniciadas no dia 25 do mesmo mês.

O Jaime  Kratz atende 1,3 mil alunos na Educação Infantil e nos ensinos Fundamental e Médio. "A escola se solidariza com a dor da família, professores e amigos da nossa docente", disse a nota.

Por conta da fase vermelha imposta pelo prefeito Dário Saadi, todas as aulas presenciais em Campinas, seja na rede pública ou particular, estão suspensas (leia mais aqui).

OUTRAS SETE

O ACidade ON Campinas confirmou, além do Jaime Kratz, outras sete escolas particulares em Campinas que tiveram casos de covid-19. Algumas suspenderam as aulas e outras não (leia mais aqui).


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON