cotidiano

Especial coronavirus

Hospital da PUC vai imunizar voluntários com a vacina da Johnson

Aqueles que participaram do estudo e receberam placebo agora vão receber a dose da vacina

| ACidadeON Campinas -

Foram mais de 6 mil inscritos e 417 vacinados, sendo que 35% têm mais de 60 anos de idade (Foto: Divulgação/Hospital)
O Hospital PUC-Campinas inicia hoje (12) a imunização dos voluntários que participaram da fase três do estudo da vacina fabricada pela farmacêutica americana Johnson & Johnson contra a covid-19.

Segundo a PUC, a pesquisa contou com 417 voluntários, e todos receberão o imunizante, que é dose única. Metade dos participantes já recebeu a vacina durante o estudo, e agora os que receberam placebo serão contatados para a aplicação da vacina. 
 
LEIA TAMBÉM 
Campinas abre hoje agendamento de vacina para idosos de 73 e 74 anos


De acordo como o Centro de Pesquisa do hospital, os primeiros a serem chamados são os que têm mais de 60 anos de idade. 

"Vamos contribuir com a vacinação de 400 pessoas de Campinas e região. Isso é muito importante para nós, principalmente para os voluntários que optaram em participar desta pesquisa" disse o diretor do centro, Danilo Villagelin.

EFICÁCIA E ANDAMENTO

O cadastramento de voluntários para a aplicação da vacina no Hospital da PUC se encerrou em dezembro do ano passado. Na ocasião, o Centro de Pesquisa Clínica divulgou que a testagem teve saldo de "sintomas leves", sendo que em cerca de 2% a 4% desses pacientes foi registrada dor de cabeça, febre e dor no corpo.

No começo deste ano, a Johnson & Johnson divulgou que a vacina testada pela farmacêutica teve 66% de eficácia em prevenir casos moderados e graves da doença. Somente para casos considerados graves, o nível de proteção foi de 85%.

A Janssen, subsidiária da Johnson & Johnson, pediu à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) uma reunião no dia 16 de março no qual vai pedir autorização para uso emergencial no Brasil.

Mais notícias


Publicidade