cotidiano

Especial coronavirus

Mais de 1 ano depois, rede municipal de Campinas volta às aulas presenciais hoje

Volta está prevista em forma de rodízio, durante a segunda semana da fase de transição da quarentena de covid-19

| ACidadeON Campinas -

 

Escolas municipais voltam hoje com regras e distanciamento social (Foto: Prefeitura de Campinas)

Mais de um ano depois das aulas presenciais serem suspensas devido a pandemia de covid-19, em março de 2020, parte dos alunos da rede municipal de Campinas retomam hoje (26) as aulas presenciais. No total, estão matriculados 24.585 estudantes no Ensino Fundamental, Fumec e Ceprocamp - a autorização é que as escolas reabram com 35% da capacidade de ocupação. As redes particular e estadual retomaram as aulas na semana passada.   

Já as creches e o ensino infantil retornam as aulas presenciais na semana que vem, no dia 3 de maio. As aulas também voltarão em formato de rodízio e revezamento de turmas (leia mais abaixo).

No total, são 45 Emefs (Escola Municipal de Ensino Fundamental), mas quatro delas estão nos ajustes finais para atender às medidas sanitárias apontadas pelo Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde). A Prefeitura disse que a previsão de iniciar as atividades nessas escolas é de 10 dias.

São elas: Leonor Savi Chaib (Jardim Nova York) Sérgio Rossini, Paulo Freire (ambas no Centro) e Clotilde Barraquet Von Zuben (Jardim Florence). Juntas, essas quatro unidades atendem a 1.275 alunos. Por enquanto, os estudantes destas unidades continuam com as aulas remotas.  
 
RETOMADA 

Na retomada presencial, as turmas serão divididas em dois períodos: metade frequenta a escola pela manhã e o restante à tarde. "O retorno presencial é facultativo ao aluno. Caso a família não queira levá-lo à escola, o estudante pode acompanhar as aulas pelo sistema remoto. O conteúdo será o mesmo", explicou o secretário de Educação, José Tadeu Jorge. 

Na rede estadual e privada, as aulas já haviam voltado há uma semana. O anúncio do retorno às aulas presenciais ocorreu no dia 9 de abril, quando o município ainda estava na fase emergencial.

REGRAS DA RETOMADA

Na volta presencial, as aulas serão retomadas com regras, como redução de horário e revezamento de turmas, para garantir o distanciamento social, e com rigorosos protocolos sanitários, seguindo orientação das autoridades de saúde.

Cada aluno receberá um kit contendo quatro máscaras não descartáveis e álcool gel individual. Os professores além das máscaras também contarão com protetor facial (face shield). As carteiras serão disponibilizadas com um distanciamento de 1,5 metros e totens com álcool gel serão distribuídos em pontos estratégicos das escolas.

Na segunda-feira passada (19) ocorreu a retomada das atividades presenciais na cidade das escolas estaduais e privadas de Campinas. Isso ocorreu devido a fase de transição do Plano São Paulo de quarentena da covid-19, com duração de duas semanas e que permite a abertura de escolas, comércio e cultos religiosos (leia mais aqui).

HISTÓRICO

Em fevereiro, a Prefeitura de Campinas tinha citado que aulas da rede municipal na cidade poderiam ser retomadas enquanto a cidade estivesse na fase amarela do Plano São Paulo ou na fase verde - o que não ocorreu ainda nesse ano. No entanto, com a permissão do governo estadual, elas voltarão hoje.

Segundo a Prefeitura, as 207 escolas da rede municipal estão preparadas para receber os estudantes. Cada um receberá um kit contendo quatro máscaras não descartáveis e um vidro individual de álcool gel. Os professores, além das máscaras, também contarão com protetor facial (face shield).

Mais notícias


Publicidade