cotidiano

Especial coronavirus

Campinas zera fila de espera por leitos de covid-19

O recorde na fila de espera ocorreu no dia 25 de março, quando 213 paciente não conseguiam leitos

| ACidadeON Campinas -

Balanço foi divulgado nesta quarta-feira (Foto: Luciano Claudino/Código19) 

A Secretaria de Saúde de Campinas divulgou, na tarde desta quarta-feira (5), que não há mais pessoas fila de espera de pacientes suspeitos ou confirmados com covid-19 por leitos de enfermaria ou UTI-Covid.

A primeira vez que o dado foi divulgado foi no dia 10 de março, quando a cidade tinha 100 pessoas nesta situação. Desde então, houve oscilação, mas nunca chegou próximo de zero.

O recorde na fila de espera ocorreu no dia 25 de março, quando 213 paciente estavam contaminados ou suspeitos, mas não conseguiam leitos. 
 
Ainda na tarde de hoje a Prefeitura atualizou os casos da doença e das mortes na cidade. Segundo o boletim, mais 20 mortes foram confirmadas em Campinas nesta quarta, além de 1.021 novos casos da doença. O número alto das confirmações ocorreu porque o sistema do Ministério da Saúde estava fora do ar ontem (4), o que causou o represamento de dados de coronavírus do município.

Com a atualização, Campinas tem agora 3.074 óbitos desde o começo da pandemia, em março do ano passado, e 94.291 moradores que se infectaram com a covid. Entre as mortes anunciadas hoje, a vítima mais nova tinha 37 anos e era um homem (saiba mais aqui).

LEITOS

Em relação aos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública municipal e particular, a taxa de ocupação está em 82,93%.

Hoje, a cidade conta com 375 leitos de UTI-Covid. Deste total, 311 estão ocupados. Há 64 leitos livres na redes redes municipal e privada.

Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:

SUS Municipal: 164 leitos, dos quais 160 estão ocupados, o que equivale a 97,56%. Há quatro leitos livres.

Particular: 211 leitos, dos quais 151 estão ocupados, o que equivale a 71,56%. Há 60 leitos vagos.

Mais notícias


Publicidade