Aguarde...

cotidiano

Campinas reverte leitos de UTI-Covid e retoma cirurgias no Ouro Verde

A Rede Mário Gatti de Urgência e Emergência confirmou que vai retomar parte das cirurgias eletivas - aquelas que não são de urgência ou emergência

| ACidadeON Campinas

Hospital Ouro Verde, da Rede Mário Gatti (Foto: Prefeitura de Campinas) 

Após uma estabilização na ocupação de leitos de UTI-Covid e ter zerado a fila de espera em Campinas, a Rede Mário Gatti de Urgência e Emergência confirmou, na tarde desta quinta-feira (13), que vai retomar parte das cirurgias eletivas - aquelas que não são de urgência ou emergência.

No dia 10 deste mês, após uma lotação na ala vermelha não covid-19 do Hospital Mário Gatti, a Prefeitura informou que iria reverter os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de coronavírus para atender casos gerais na unidade.

Com isso, dez leitos de UTI-Covid do Hospital Ouro Verde foram liberados e revertidos para UTI não Covid. Com isso, a Rede Mário Gatti está retomando a realização de cirurgias eletivas.

OCUPAÇÃO

Campinas conta nesta quinta-feira com 352 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública municipal e particular de saúde.

Deste total, 279 estão ocupados, o que corresponde a 79,26%. Há 73 leitos livres nas redes municipal e privada.

Os leitos estão disponibilizados da seguinte maneira:


SUS Municipal: 149 leitos, dos quais 146 estão ocupados, o que equivale a 97,98%. Há três leitos livres.

Particular: 203 leitos, dos quais 133 estão ocupados, o que equivale a 65,52%. Há 70 leitos vagos.


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON