cotidiano

Especial coronavirus

Prefeitura vai investigar festa ilegal em balada do Cambuí, em Campinas

Administração informou que solicitou à PM o boletim de ocorrência do caso; casa noturna pode sofrer sanções por desrespeito às medidas sanitárias de covid

| ACidadeON Campinas -

Vídeo com aglomeração em balada tem circulado nas redes sociais (Foto: Reprodução) 

A Prefeitura de Campinas informou nesta terça-feira (25) que vai investigar a festa ilegal em uma casa noturna no Cambuí, em Campinas, realizada no último sábado (22). Vídeos do evento com aglomeração de pessoas circularam nas redes sociais e a PM (Polícia Militar) e GM (Guarda Municipal) foram acionadas para irem ao local. No dia, a PM fez um boletim de ocorrência do caso, que será solicitado pela Administração.

Em um vídeo (veja abaixo), é possível ver jovens sem máscara em um show ao vivo no estabelecimento comercial, que fica na Rua Sampainho. De acordo com a PM, a balada aconteceu na casa noturna Pink Elephant, que inclusive postou vídeos na rede social Instagram mostrando os clientes sem máscara durante o evento.

"Os vídeos são provas auxiliares. Mas a Prefeitura, através da Secretaria de Urbanismo, vai solicitar a cópia do boletim de ocorrência, que é um documento oficial", disse o prefeito Dário Saadi (Republicanos) em live oficial nesta terça-feira (25). Ele afirmou ainda que o boletim será o principal documento que a Administração vai utilizar para avaliar as punições previstas à casa noturna por desrespeito às medidas sanitárias contra a covid. 



SANÇÕES

Festas clandestinas no município podem sofrer diversas sanções, entre elas multa de até 18,9 mil para os envolvidos. Vale lembrar que, no dia da balada na Pink Elephant, a fase de transição permitia apenas o funcionamento do comércio e restaurantes, com capacidade de 30% e até as 21h.

Essas sanções são previstas por uma lei municipal publicada na última semana, com novas regras e multas para proprietários ou frequentadores de festas clandestinas durante a pandemia de covid-19.

Segundo o texto, é considerada festa clandestina qualquer evento de entretenimento não autorizado pela Prefeitura de Campinas e no qual haja cobrança pela participação ou comercialização de bebidas ou alimentos.

Os infratores, sejam eles organizadores ou proprietários/possuidores de imóvel cedido para a promoção de festa com finalidade comercial, terão que pagar multa de 5 mil UFICs (Unidade Fiscal de Campinas) - cerca de R$ 18,9 mil, em valores atuais. Já os participantes do evento identificados ou flagrados no local poderão ser multados em 300 UFICs o equivalente a R$ 1.136,58.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

De acordo com o relato policial, a PM chegou ao local por volta de 21h, quando os frequentadores saíam da balada. Ela teria começado às 14h. Já a GM chegou ao estabelecimento por volta da meia-noite, quando a casa noturna estava fechada o evento já havia terminado.

OUTRO LADO

A Pink Elephant foi novamente procurada para se posicionar sobre o caso, mas não retornou o pedido da reportagem. Esta matéria será atualizada quando isso ocorrer.





Mais notícias


Publicidade