Aguarde...

cotidiano

GM de Campinas dispersa aglomeração em bares universitários; veja vídeo

Jovens estavam no local comprando bebidas alcoólicas; estabelecimentos não foram notificados pois aglomeração ocorreu na rua

| ACidadeON Campinas

Aglomeração no entorno da universidade (Foto: Reprodução/GM de Campinas) 

A GM (Guarda Municipal) de Campinas dispersou cerca de 60 pessoas que estavam aglomeradas em frente aos bares do entorno do campus 1 da Puc-Campinas na noite de quinta-feira (3), durante a pandemia de covid-19. Segundo a corporação, elas foram abordadas e dispersadas. A fiscalização contou com o apoio da Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas).

A Guarda informou que os jovens tinham comprado bebidas nos bares, mas estavam aglomerados na Rua Professora Ana Maria Silvestre Adade. Com a chegada da viatura, eles abandonaram as bebidas e foram orientados a dispersarem. Ninguém foi detido.

Além disso, nenhum bar foi notificado e/ou lacrado porque a aglomeração foi na rua de acordo com a GM, e não dentro de algum estabelecimento. Vale lembrar que em Campinas as festas e eventos estão proibidos devido a fase de transição do Plano São Paulo. 



REGRAS

Atualmente, a cidade segue as regras válidas determinadas pelo governo estadual, de funcionamento de comércio, serviços e restaurantes que estabelece o funcionamento entre 6h e 21h e capacidade de ocupação de até 40%.

No feriado prolongado de Corpus Christi, a GM ampliou a fiscalização durante o toque de recolher, das 21h às 5h, para evitar festas clandestinas e também aglomerações. Isso ocorre para evitar a transmissão da covid-19 e evitar uma terceira onda.

Caso os índices piorem, a Prefeitura de Campinas já adiantou que pode endurecer as medidas restritivas da fase de transição, válida até o da 14 de junho. Ontem, a Administração publicou ainda um decreto de calamidade pública, que atualizou os serviços essenciais e também proibiu a venda de bebidas alcoólicas após as 20h (leia mais aqui).

Balanço divulgado ontem do toque de recolher mostrou que a GM de Campinas dispersou cerca de 1,2 mil pessoas que se aglomeravam em ruas próximas a bares em vários bairros de Campinas. A ação ocorreu entre a noite de quarta-feira (2) e a madrugada de quinta-feira (3).

NA RMC

Na RMC (Região Metropolitana de Campinas) também existe a preocupação do aumento de contaminação de casos de covid-19. Por isso, os prefeitos retomaram ontem as barreiras sanitárias por conta do feriado prolongado. A ação quer evitar o fluxo de pessoas e as barreiras seguem até domingo (6).


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON