Especial Covid-19

Especial coronavirus

Toyota anuncia suspensão de produção na fábrica de Indaiatuba

Medida será tomada entre os dias 13 e 22 de outubro na unidade onde o sedã Corolla é produzido

| ACidadeON Campinas -

Entrada da fábrica da Toyota em Indaiatuba (Foto: Google Street View/Reprodução)
A Toyota do Brasil informou em nota oficial nesta segunda-feira (13) que vai fazer, entre os dias 13 e 22 de outubro, uma nova suspensão temporária da produção na fábrica de Indaiatuba, onde o Corolla sedã é produzido. 

No comunicado, a montadora informa que "uma nova parada é inevitável", apesar de todos os esforços "para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de covid-19".

A medida já havia sido adotada em março deste ano por conta da ampliação das restrições sanitárias.

Ainda de acordo com o texto, "os colaboradores afetados pela paralisação entrarão em férias coletivas neste período, com o retorno às atividades programado para o dia 25 de outubro".

Segundo a empresa, a decisão não afeta as unidades da Toyota no Brasil localizadas em São Bernardo do Campo, Porto Feliz e Sorocaba, que permanecem com as atividades normais.

HISTÓRICO

A planta de Indaiatuba, inaugurada há quase 22 anos, foi a segunda da Toyota a operar no Brasil e foi escolhida para abrigar o primeiro complexo a fabricar o sedã Corolla na América Latina.

O local na RMC (Região Metropolitana de Campinas) foi escolhido por questões logísticas e de qualificação de mão de obra. A unidade funciona em um terreno de 1,5 milhão de metros quadrados. Ao todo, a empresa tem 5.600 funcionários no Brasil.

Mais notícias


Publicidade