cotidiano

Especial coronavirus

Doria vai liberar máscaras em locais abertos a partir de 11 de dezembro

Uso segue obrigatório em áreas internas e áreas de transporte público em todo o estado; entenda como vai ficar

| ACidadeON Campinas -

Uso de máscara não será obrigatório ao ar livre a partir do dia 11 de dezembro (Foto: Luciano Claudino/Código19)
 

O governo João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (24) a liberação do uso de máscaras em locais abertos a partir do dia 11 de dezembro em todo o estado de São Paulo.

De acordo com ele, o uso segue obrigatório em áreas internas e áreas de transporte público, incluindo as centrais de transporte público.

"Será obrigatório inclusive em estações a céu aberto, em trens e ônibus", disse o governador durante live oficial transmitida pelas redes sociais nesta quarta-feira (24). 

Ainda de acordo com o governo estadual, a dispensa de máscara ocorre porque 75% da população paulista está totalmente vacinada. Além disso, até 30 de novembro, a cobertura vacinal deve atingir a marca de 80%.

De acordo com a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula, a liberação do uso de máscara foi possível por conta do avanço da vacinação contra a covid-19.

"Quando nós olhamos a campanha de vacinação no estado de São Paulo temos que olhar sempre para os outros países que estão em condições parecidas com a nossa. O estado de São Paulo é o 5º 'país' com a cobertura vacinal nessa condição (que possibilita a liberação do uso de máscara)", disse ela.

A coordenadora informou ainda que 74,5% da população geral já tomou as duas doses da vacina, ou seja, completou esquema vacinal.  

Vale lembrar que o decreto estadual que estabeleceu o uso obrigatório de máscaras de proteção facial por conta da pandemia em São Paulo é do dia 4 de maio de 2020.

REFORÇO VACINAL 
 
Antes da liberação, o estado vai promover uma ação de reforço vacinal entre os dias 1º e 10 de dezembro nos 645 municípios do estado, juntamente com as Prefeituras e secretarias municipais. A ideia é promover a dose de reforço neste período.

Mais notícias


Publicidade