cotidiano

Especial coronavirus

Saúde abre mais cinco UTIs pediátricas no Hospital Ouro Verde

Campinas diz se preparar para o aumento de casos; enfermarias têm fila de espera

| ACidadeON Campinas -

Fachada do Hospital Ouro Verde, em Campinas (Foto: Denny Cesare/Código19)
 

O Hospital Ouro Verde, em Campinas, passou a oferecer mais cinco leitos pediátricos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nesta segunda-feira (11). O anúncio foi feito pela Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar.

Com a alteração, a rede passa a contar com 31 leitos pediátricos de UTI para atender as crianças com condições clínicas mais graves. Além das 15 vagas no Hospital Ouro Verde, outras 16 funcionam no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

"A ampliação visa garantir leitos para a internação de crianças no período de sazonalidade das doenças respiratórias, no outono e no inverno", explicou a rede.

De acordo com o município, "com temperaturas amenas e umidade relativa do ar mais baixa", o outono, iniciado em março, "já vem provocando aumento na busca por atendimentos de crianças com sintomas respiratórios nas unidades".

LEIA TAMBÉM
Internação de crianças por síndrome respiratória sobe 18,9% em Campinas


NÚMEROS ATUALIZADOS

Campinas também divulgou que as UTIs (unidades de terapia intensiva) exclusivas para crianças recebem atualmente 93 crianças.

Conforme o boletim, a taxa corresponde a 89,4% do total de 104 leitos. Há 11 vagas disponíveis.

Dos 93 pacientes, 53 estão com SRAG (síndromes respiratórias agudas graves). Os leitos de UTI infantil estão disponibilizados da seguinte maneira:


SUS Municipal 34 leitos, dos quais 31 estão ocupados, o que equivale a 91,1% de ocupação. Há 3 leitos livres.

SUS Estadual 20 leitos, dos quais 16 estão ocupados, o que equivale a 80%. Há 4 leitos disponíveis.

Particular 50 leitos, dos quais 46 estão ocupados, o que equivale a 92% de ocupação. Há 4 leitos livres.

ESPERA POR ENFERMARIAS


Após anunciar ter 13 crianças na fila de espera por leitos de enfermaria na sexta(8), a secretaria de Saúde de Campinas informou nesta segunda que nove crianças aguardam atualmente por vagas deste tipo em unidades do SUS Municipal.

De acordo com a pasta, há 59 crianças internadas em leitos de enfermaria. "Nove esperam por vagas e estão sendo assistidas nos prontos-socorros", diz o comunicado.

MÉDIA DE ATENDIMENTOS

Ainda conforme a Rede Mário Gatti, em fevereiro, os hospitais Mário Gatti, Ouro Verde e UPAs atenderam por dia, em média, 278 crianças com síndromes respiratórias.

Já em março, a média diária de consultas foi de 405. Nos primeiros 10 dias de abril, a média foi de 510.

"As internações de crianças com quadros clínicos mais graves estão mantendo as UTIs pediátricas da Rede com uma ocupação acima de 90% na maioria dos dias, principalmente com crianças menores de dois anos com bronquiolite causada pelo vírus sincicial respiratório", afirma o município.

Publicidade