Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Unicamp tem pichação racista e ameaça de chacina

Slogans racistas, nazistas e até ameaça de matança foi pichado na Biblioteca Antonio Candido

| ACidadeON/Campinas

Slogans racistas, nazistas e até ameaça de matança foram pichados no local (Foto: Rede Social) 

A Biblioteca Antonio Candido, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) foi alvo de pichações com cunho racistas, além de ameaças de matança na universidade. De acordo com o órgão, o autor foi filmado pelas câmeras de segurança.

Segundo um informe da biblioteca, o homem pichou, com caneta do tipo marcador permanente, sobre mesas e telas de computador suásticas, slogans racistas, além de "Vai ter massacre #Columbine" - uma alusão ao massacre ocorrido em uma escola dos Estados Unidos, que terminou com 15 mortos.

De acordo com a biblioteca, câmeras de segurança registraram toda a ação do criminoso e há "imagens claríssimas de seu rosto". Além disso, o órgão informou que "todas as providências administrativas, jurídicas e policiais estão sendo tomadas para identificar e processar o autor desse ato criminoso. A Biblioteca permanecerá fechada até que se conclua a perícia".

A Unicamp foi procurada, confirmou que já sabe do caso e que "repudia toda manifestação ou ato que implique em violação dos direitos humanos e em discriminação de qualquer natureza". A universidade também afirmou que vai apurar o caso, analisar as câmeras de vigilância e fazer um boletim de ocorrência.  "A Unicamp também conta desde 2003 com um serviço de ouvidoria, que nos casos de violação de direitos humanos, quando conhecida a autoria, instaura procedimentos para a realização de oitivas dos envolvidos e testemunhas para adequada apuração dos fatos", disse em nota. 


Mais do ACidade ON