Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Jovem morta pelo ex-namorado é a 4ª vítima de feminicídio

O crime aconteceu por volta das 16h na casa do suspeito, que fica na Rua Elza Monnerat

| ACidadeON Campinas

Jovem havia acabado de completar 21 anos. Foto: Redes Sociais

A jovem de 21 anos morta na tarde desta sexta-feira (10) foi a quarta vítima de feminicídio em Campinas neste ano. Thaís Fernanda Ribeiro morreu após ser baleada pelo ex-namorado em uma ocupação na região do Teckno Park, próxima ao CDHU San Martin.   
 
LEIA MAIS 
Jovem morta pelo ex-namorado é enterrada em Campinas


O crime aconteceu por volta das 16h na casa do suspeito, que fica na Rua Elza Monnerat. O caso está sendo registrado neste sábado (12) no 1º Distrito Policial de Campinas.  

Segundo um porta-voz da família, Thaís tinha terminado o relacionamento com Lucas recentemente. Ele não aceitou o fim do namoro e teria levado a vítima para sua casa. Lá, os vizinhos contam que, em dado momento, ele colocou um som muito alto, no último volume, se aproveitando do barulho para efetuar 11 disparos contra ela.  

A família não sabe dizer se Thaís já tinha sido agredida por Lucas, se chegou a registrar algum boletim de ocorrência ou se solicitou medida protetiva contra ele, mas acredita que nada disso tenha sido feito.  

O suspeito fugiu logo após cometer o crime e foi preso em Santo André. Segundo nota da Secretaria de Estado da Segurança Pública, ele se apresentou em uma base da Polícia Militar. O homem foi detido e encaminhado ao 1º Distrito Policial de Campinas. Ele foi indiciado por feminicídio. 

Thaís morava com a família no Jardim São Marcos, em Campinas. Ela tinha acabado de completar 21 anos de idade no último dia 8 de maio. Segundo parentes, ela era muito tímida.   

O padre da igreja do São Marcos onde a família da vítima frequenta deu entrevista sobre o caso. "Ela tem uma prima e desde ontem ela comentou conosco que a família estava passando por um momento de crise, ela tinha rompido, mas não dá para saber se foi total, mas tinha decidido ficar um tempo longe. Ele vinha fazendo chantagens emocionais dizendo que tiraria a própria vida. Só não sei dizer a gravidade. Ela morreu acreditando no amor", disse o padre Antônio Rodrigues Alves. 
 
Thais trabalhava como operadora de caixa do supermercado Pague Menos em Barão Geraldo, a unidade encaminhou nota lamentando a morte da jovem.

O corpo dela está no IML aguardando liberação. O velório deve começar à noite e o enterro está previsto para este domingo. (Com informações da EPTV)

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON