Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Polícia prende namorada que cedeu casa para cativeiro

Na noite de ontem a polícia já havia detido quatro homens também envolvidos no crime

| ACidadeON Campinas

 

A mulher foi detida ainda na madrugada desta sexta-feira, depois de uma decisão da Justiça. Foto: Reprodução EPTV

A Polícia Civil prendeu a namorada de um dos bandidos envolvidos no sequestro do filho de um empresário do ramo de purificadores de água de Hortolândia. A mulher foi detida ainda na madrugada desta sexta-feira, depois de uma decisão da Justiça. Foi na casa da mulher que a vítima foi mantida refém pelos criminosos na quarta-feira.  

Na noite de ontem a polícia já havia detido quatro homens também envolvidos no crime. Hoje, os cinco criminosos passaram por exame de corpo de delito em Americana pela manhã e devem prestar depoimento ainda na tarde de hoje.

A vítima ficou em um cativeiro no Jardim Amanda, em Hortolândia, durante toda a quarta-feira (22). No dia seguinte, a polícia conseguiu prender os suspeitos, que pediram cerca de R$ 1 milhão. Parte do dinheiro foi recuperado pela polícia. A polícia informou que a família chegou a pagar parte desse valor e o combinado era que o total seria entregue em duas parcelas. A vítima foi solta após os sequestradores receberem o dinheiro da família. O pai foi entregar o montante aos sequestradores junto com o gerente do banco.

A polícia agora está atrás de outros possíveis envolvidos nesse crime. Um dos criminosos presos tem um parente que trabalhava para a família da vítima.

Os policiais chegaram aos detidos após a vítima procurar a polícia para registrar o sequestro. Ele passou informações e foi junto com os policiais a locais suspeitos que serviram como cativeiro no Jardim Amanda 2. Quando percorriam ruas dos bairros, uma caminhonete usada no sequestro foi vista no bairro e, com isso, os suspeitos foram encontrados.  

Um dos presos acabou levando os policiais a casa que funcionou como cativeiro. A casa é da namorada de um dos criminosos. Na hora, a mulher que emprestou o imóvel não ficou presa.  

Em Campinas, a equipe policial foi até uma favela buscar três dos suspeitos. Segundo a polícia, os homens, ao avistarem o patrulhamento "distribuíram" R$ 10 mil para moradores para atrapalhar a polícia. Mas mesmo assim foram detidos. Menos de R$ 2 mil foram recuperados. Um dos homens presos já tinha passagem pela polícia.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON