Aguarde...

cotidiano

Campinas fica fora de pacote de reforma de delegacias do Estado

Anunciado na última sexta-feira (7), a reforma contemplará 120 delegacias na Capital; em Campinas, previsão é que cidade entre em 2º pacote, ainda sem data definida

| ACidadeON Campinas

Prédio da 1ª Delegacia Seccional de Campinas. Foto: Código 19

A região de Campinas ficou fora do primeiro pacote de reformas de delegacias da Polícia Civil, anunciado na última sexta-feira (7) pelo governador joão Doria (PSDB).  

O pacote reformará 120 delegacias na Capital e região metropolitana de São Paulo e custará R$ 480 milhões. A proposta de Doria é estabelecer o "padrão Poupatempo" de atendimento nas delegacias.  

Na região de Campinas, sem reformas há anos, as delegacias estão com problemas estruturais e falta de acessibilidade. No fim de abril, o TCE (Tribunal de Contas do Estado) fiscalizou dez delegacias da RMC (Região Metropolitana de Campinas) e encontrou irregularidades graves em oito delas. 

Em Campinas, a vistoria ocorreu no 13º DP (Distrito Policial), no Cambuí. O prédio não possuía AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) na validade e tinha problemas no piso e encanamento, por exemplo.  

SEM PRAZO
 
O titular do Deinter 2 (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior 2), que administra a Polícia Civil na regiã, José Henrique Ventura, afirmou que sabia que a cidade não estaria no primeiro pacote pois se encontrou com Doria nesta semana.  

"Ele anunciou antes e disse que o interior será contemplado em um segundo pacote. Estamos pedindo para os delegados já começarem a relatar os problemas de cada delegacia e enviar fotos", disse.  

Apesar da garantia, ainda não há prazo de quando este 2º pacote será lançado. Ventura disse que o foco na cidade será voltado para o prédio do 5º DP (Jardim Amazonas), o restauro da 1ª Delegacia Seccional e reforma do Deinter 2, os últimos dois no Centro.

Mais do ACidade ON