Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Idoso é detido ao dar banho de mangueira em filha deficiente

Ele foi flagrado pelos guardas dando banho de mangueira na mulher de 44 anos no quintal da casa às 8h quando a temperatura estava abaixo dos 10ºC

| ACidadeON Campinas

Casa onde a situação foi flagrada pela GM em Valinhos. Foto: Denny Cesare/Código 19

A Guarda Municipal de Valinhos deteve na manhã desta terça-feira (9) um idoso de 71 anos por maus-tratos a uma filha deficiente mental. Ele foi flagrado pelos guardas dando banho de mangueira na mulher de 44 anos no quintal da casa onde moram no Jardim dos Palmares 2. No momento do flagrante a temperatura na cidade era de menos de 10ºC.

Segundo apurado no local, não é a primeira vez que isso ocorre na casa e os GMs chegaram ao endereço após denúncia anônima, já que a mulher chorava durante o banho. Na mesma casa também foi encontrado um idoso de 60 anos que dormia no chão de um dos cômodos em total situação de abandono. Ele também tremia muito. Segundo informações do coordenador da GM, Sidnei Aureliano, os dois estavam quase sofrendo uma hipotermia e foram levados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) para passar por exames.  

"Já havíamos recebido uma denúncia de maus-tratos no local feita por funcionários de uma unidade de saúde, na qual relatava que a filha foi atendida no domingo, apresentando hematomas no corpo e muito debilitada. Passamos a monitorar o caso. Hoje pela manhã, recebemos nova ligação, dizendo que o pai dava banho na filha de mangueira", afirmou o coordenador.  



O GM contou que ao chegarem constataram os maus tratos. "O fato do período da manhã ou da noite você dar banho em alguém com água gelada pode promover uma hipotermia. Visualizamos outro idoso também em situação totalmente inadequada, dormindo no chão, sem conforto e também tremendo. Tanto a mulher quanto o idoso foram conduzidos até a UPA para uma análise médica", explicou.

O homem afirmou que deu banho na filha porque ela teria defecado e urinado. O banho ocorria no quintal em frente a casa, a mulher vestia um pijama e estava toda molhada. A GM também ressaltou que no portão de grades de ferro foram colocadas placas de madeira para que ninguém visse o que ocorria no local.

"A residência é constituída por banheiros, tem chuveiro, tem energia, então não justifica você dar banho em uma mulher numa água gelada. Se há necessidade de fazer essa higiene, fizesse no banheiro que é o local mais adequado e quente e não ao relento que nem foi flagrado", afirmou o coordenador.  

MULHER SUSPEITA

Os três moravam de favor na casa de uma mulher de 56 anos que também mora no local e faz uso de medicamentos tarja preta. Ela também será indiciada por maus tratos, porém se negou a ir até a delegacia.

"A dona da residência que também faz uso de medicamentos controlados cedeu a residência para que eles pudessem morar. Ela não tem parentesco com essas pessoas. Além do pai e da filha, tem esse outro idoso, de mais de 60 anos, que é um morador de rua que foi acolhido pela proprietária da residência. Eles estavam morando todo mundo junto. Mas a casa é totalmente inadequada. As condições em que estão vivendo é inadequada e diante disso acionamos a secretaria de Assistência Social", afirmou Aureliano.  

Como a casa é toda inadequada a suspeita é que tanto o idoso de 71 anos quanto a dona do imóvel sejam acumuladores. A secretária de Assistência Social, Dulce Maria de Paula Souza, foi ao local e disse que a situação dos quatro moradores estava bem comprometida. "São quatro adultos que moram na casa e que têm aspectos de acumuladores. Têm duas pessoas que me parecem comprometidas e que já são atendidas pela Secretaria de Saúde. Vamos avaliar a situação agora do ponto de vista da Saúde", afirmou a secretária.
 


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON