Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Baep fecha "fábrica" de maconha no Jambeiro e prende dois

A casa era utilizada para cultivo de drogas que eram vendidas em festas por um dos suspeitos que foi preso

| ACidadeON Campinas

Parte da maconha encontrada na casa no Parque Jambeiro (Foto: Divulgação/Baep) 

Policiais do Baep (Batalhão de Ações Especiais da Polícia) prenderam dois homens, no começo da tarde desta segunda-feira (09), por transformarem uma casa em "fábrica" de maconha no bairro Parque Jambeiro, em Campinas. O caso foi encaminhado à 1ª Delegacia Seccional da cidade.

Segundo a polícia, uma denúncia informou que esta casa era utilizada para cultivo de drogas. Eles foram até o local e viram que a residência estava em estado de abandono, porém com instalações de ar condicionado recentes.

Pelos fundos, foi possível visualizar uma janela entreaberta, por onde constatou-se sistema de estufa, com plantas de maconha. A equipe, então, entrou na casa e encontrou dois homens.

O primeiro, de 33 anos, com passagens por tráfico e receptação, assumiu a propriedade da droga, dizendo que realiza o cultivo da maconha hidropônica há cerca de um ano, bem como a venda em festas, ao custo de R$ 30 a grama do produto.

O segundo suspeito, de 31 anos, disse que era pago para realizar a instalação dos aparelhos de ar condicionado, recebendo a quantia de R$ 500 (sendo parte em dinheiro, parte em drogas), e que não era a primeira vê que realizava esse tipo de instalação ou manutenção.  
 
A polícia contabilizou 36 pés de maconha, pesando 7,3 quilos, nove sacolas com folhas avulsas com três quilos, uma caixa com folhas avulsas que chegou em 2,9 quilos e uma caixa com algumas folhas e sementes com fertilizantes que somaram três quilos.

Na casa foi localizado um quarto com plantas de maconha, estrutura de estufas, além de diversos insumos para o cultivo da droga e a quantia de R$ 692. 


Mais do ACidade ON