Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Suspeitos são presos pela polícia com R$ 30 mil em dinheiro

O bando é especializado em furtos de residência; eles ainda tentaram subornar o policiais com o dinheiro

| ACidadeON Campinas


Os quatro já tinham passagens pela polícia. Foto: Reprodução EPTV

Uma quadrilha suspeita de cometer furtos em residências na cidade de Jaú e em cidades do interior de Minas Gerais, foi presa pela Polícia Militar Rodoviária na Rodovia dos Bandeirantes, em Campinas. A prisão ocorreu na noite desta quinta-feira (10). A ocorrência foi registrada na 2ª Delegacia Seccional.

O bando estava com R$ 36 mil em dinheiro e ainda tentaram subornar os policiais para evitar a prisão. Segundo a PMR, o grupo voltava para São Paulo em um Onix alugado quando foram parados pela PMR na rodovia em Campinas.

No veículos os policiais encontraram mais de R$ 30 mil. Os quatro homens confessaram que haviam furtado uma casa em um condomínio fechado em Jaú. "Eles alegaram que chegavam em condomínios bem vestidos e apresentáveis e com isso ficava fácil entrar no condomínio. Eles subiam nos apartamentos e verificava o que estava sem o morador, abriam a porta e furtavam relógios, correntes de ouro e outras coisas", afirmou o cabo da PMR Sidney Bonello.

O bando ainda tentou subornar o policiais. "No momento da abordagem encontramos R$ 32 mil que foi oferecido a equipe para que eles fossem liberados da abordagem. Com isso foi dado voz de prisão em flagrante por corrupção ativa e conduzido a delegacia", disse o policial.

Com os criminosos ainda foram apreendidos celulares e carteiras. Todos já tinham passagem pela polícia. Um deles ainda apresentou documento falso. Ele estava foragido. Eles também vão responder por furto.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON