Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Casal vítima de atirador mudou rotina no dia da tragédia

O casal José Eudes e Maria de Fátima deixava a missa por último quando ia ao Centro; ontem eles decidiram primeiro ir à igreja

| ACidadeON Campinas

José Eudes Gonzaga Ferreira, conhecido como Santinho, foi candidato a vereador em Campinas 

O casal José Eudes Gonzaga Ferreira e Maria de Fátima Frazão Ferreira tinha um ritual. Acordava cedo todo começo de mês, ia ao banco receber as aposentadorias, pagava as contas e terminava o dia na Catedral Metropolitana de Campinas. Na terça-feira (11), o marido foi morto e a esposa baleada no ataque da Catedral Metropolitana que deixou quatro vítimas fatais, além do atirador
 
LEIA MAIS   
Engenheiro só percebeu que foi baleado quando saiu da igreja
Corpos de vítimas de massacre da Catedral são velados
Atirador criticava Igreja, fez sucesso com mulheres e tinha depressão 
Atirador da Catedral morava com o pai e vivia "recluso"  
Polícia faz varredura para identificar motivação de ataque
 
Um detalhe, porém, mudou toda a vida do casal. Desta vez, a missa na Catedral foi a primeira ação do dia, e só depois eles iriam ao banco para pagar as contas. Essa mudança de rotina custou a vida do homem, conhecido no Centro de Campinas como "Santinho", por tradicionalmente distribuir seu material de candidaturas a vereador da cidade.

"Eles são moradores da região do Campo Grande, lá do Rossim. Então, sempre acordavam cedo para chegar no banco logo depois que ele abria. Tinham esse ritual, mas este mês eles mudaram e, infelizmente, tudo terminou de forma trágica", afirmou Donizeti Soares, de 60 anos, namorado da filha das vítimas.

Maria de Fátima Frazão Ferreira, de 68 anos, levou um tiro na coxa esquerda e chegou a ser internada no HC (Hospital das Clínicas) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Ela recebeu alta ontem, mas como a bala está alojada na perna, deverá voltar para fazer uma nova cirurgia.

"A família toda está abalada, mas minha sogra está enfrentando tudo isso de cabeça erguida. Minha namorada está em estado de choque e precisou ser medicada", contou.

José Eudes está sendo velado no Cemitério dos Amarais e o enterro está marcado para ocorrer às 15h.  


Mais do ACidade ON