Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Câmeras da Mata Santa Genebra registram passagem de onça

Registro foi feito por uma armadilha fotográfica, que detecta o movimento dos animais; animal registrado é mãe de três ninhadas da mata

| ACidadeON

O registro foi feito no início da manhã do dia 2 de janeiro por uma armadilha fotográfica (Foto: Fundação José Pedro de Oliveira)

Uma onça-parda foi registrada pelas câmeras da Mata de Santa Genebra, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas, no início deste ano. O registro é rápido e, apesar do animal ser muito arisco, tem sido frequente, explica um dos especialistas da fundação que administra a mata.

De acordo com Thomaz Henrique Barrella, biológo da Fundação José Pedro de Oliveira, que administra a Mata de Santa Genebra, o registro foi feito por volta das 6h30 do dia 2 de janeiro por uma armadilha fotográfica, que são câmeras com sensores que gravam imagens quando movimento é detectado. De acordo com o especialista, diversas destas armadilhas estão espalhadas pela mata. VEJA O VÍDEO:  

O animal que aparece nas imagens é uma onça-parda (Puma concolor) fêmea. "Ela já pariu três vezes na Mata, totalizando quatro filhotes", explicou Barrella. Depois de um ano e meio de cria, os filhotes se desgarram da mãe e a área de vida deles pode chegar a 40km², contou o biólogo. "E conforme o perímetro urbano se expande, a presença destes animais se torna cada vez mais frequente", disse.

MATA SANTA GENEBRA

A Mata Santa Genebra é uma área de mata atlântica de 241,55 hectares localizada na região do distrito de Barão Geraldo. É o maior fragmento de mata de Campinas e abriga aproximadamente 660 espécies de flora, sendo algumas sob risco de extinção no país. "Trabalhamos com o monitoramente de flora e fauna e restauração florestal, já que a mata sofre muito com o ambiente externo, então é necessário um trabalho constante de restauração dos arredores para preservar a parte interna da mata", explicou Thomaz.

Já foram identificadas na área 329 espécies de vertebrados, sendo 17 anfíbios, 38 répteis, 220 aves, 51 mamíferos e 3 peixes. Quanto aos invertebrados, não existem estudos, exceto para borboletas, das quais foram identificadas mais de 700 espécies.

Dentre as espécies identificadas na unidade, destacam-se a onça-parda (Puma concolor), para a qual foram registradas desde 2013 três ninhadas, com um total de quatro filhotes, a Jaguatirica (Leopardus pardalis), o gato-do-mato-pequeno (Leopardus guttulus), e o bugio-ruivo (Allouata guariba clamitans), estando todos estes na lista vermelha da fauna ameaçada do estado de São Paulo.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON