Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Americana confirma três casos de dengue tipo 2

As vítimas são um adolescente e dois homens. Campinas já registrou dois casos de dengue tipo 2 este ano

| ACidadeON

Americana confirmou três casos de dengue tipo 2; Campinas registrou dois casos do tipo este mês (Foto: Prefeitura de Campinas)

A Prefeitura de Americana confirmou três casos de dengue tipo 2 na cidade nesta segunda-feira (11). Em Campinas, dois registros do tipo foram confirmados neste mês. 

Todos os casos de Americana de dengue tipo 2 são autóctones, ou seja, foram contraídos dentro do próprio município. As vítimas são uma adolescente de 17 anos, um homem de 56 anos e outro homem de 58 anos. Nenhum deles precisou ser internado. 

Além dos três casos de dengue tipo 2, Americana já registrou 22 casos de dengue tipo 1 desde o início deste ano.

CAMPINAS 

Os dois casos de dengue tipo 2 confirmados em Campinas foram registrados no início de março. Um deles foi confirmado no dia 1º e o segundo na última sexta-feira (8). Este último é um caso autóctone que foi importado de Ribeirão Preto para Campinas. A dengue tipo 2 não era registrada na cidade há dez anos.  

De acordo com o último levantamento, Campinas conta este ano com 56 casos de dengue (incluindo o tipo 2). Em 2018, durante o mesmo período, foram registrados 66 casos da doença.

O TIPO 2

O sorotipo 2 da dengue já estava circulando no Estado de São Paulo e foi indentificado em Campinas e região. "Não há diferenças entre a dengue 1, 2, 3 e 4 no que diz respeito ao tratamento, aos cuidados clínicos e aos sintomas. Para a Vigilância, o cuidado que devemos ter é que, como o tipo 2 não circula na cidade há muito tempo, a maioria das pessoas não está imune a este vírus, ou seja, quem adoeceu por conta de outro tipo pode adoecer novamente, inclusive com maior gravidade", explicou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas, Andrea Von Zuben. 

COMO EVITAR A DOENÇA

Para evitar a dengue, é preciso impedir a proliferação do Aedes aegypti. Para isso, alguns cuidados são essenciais:
- Evitar acúmulo de água, latas, pneus e outros objetos. Os vasos de flores devem ter a água trocada a cada dois dias.
- As caixas dágua e outros recipientes usados para armazenar água devem ser vedados.
- Vasos sanitários que não estão sendo usados devem ficar fechados.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook